Um acordo assinado pelo governador Ratinho Junior e o Grupo Latam Airlines vai abrir 71 novos voos no Estado. A empresa destaca que haverá ampliação de 17% das operações Paraná, fazendo do Estado o quarto maior mercado da companhia no Brasil. O anúncio feito nesta sexta-feira (30), no Palácio Iguaçu, em Curitiba.

Foto: Divulgação Infraero

A Latam passa a ofertar novas opções de destino a partir do Paraná. Entre elas está o voo Maringá-São Paulo (Guarulhos), antiga demanda da região Noroeste do Estado. O voo terá acesso direto via Guarulhos a outros 13 destinos da companhia no Brasil e a 14 no exterior. A companhia também amplia as operações com a criação dos voos diretos Curitiba-Rio de Janeiro (Santos Dumont) e Curitiba-Porto Alegre, além do aumento de frequências dos voos de Foz do Iguaçu para Brasília, São Paulo (Guarulhos) e Rio de Janeiro (Galeão).

“Estamos trabalhando para que o Paraná tenha uma malha aérea ampla e moderna, que atenda às demandas de quem quer visitar e investir no nosso Estado. Esta parceria com uma companhia tão importante como a Latam, que acreditou no potencial do Paraná, certamente contribuirá com os nossos objetivos de desenvolvimento de todas as regiões do Estado”, afirmou o governador.

Ratinho Junior ressaltou também a importância da decisão da companhia de ampliar a oferta de voos internacionais. “É mais um ativo que o Estado ganha para a atração de investimentos e turistas”, disse o governador. Ele destacou que a iniciativa se soma ao programa Voe Paraná, criado pelo Governo do Estado para ofertar voos regulares ligando 12 cidades do interior do Estado à capital.

Internacional

No mercado internacional, além do aumento de frequências do voo entre Foz do Iguaçu e Lima (Peru), a Latam vai oferecer a rota Curitiba-Assunção (Paraguai), em codeshare com a companhia aérea Paranair, e está avaliando abrir em 2020 a rota Curitiba-Santiago (Chile).

“Investimos em rotas sustentáveis, encurtando distâncias e permitindo que mais pessoas possam viajar com a companhia aérea mais pontual do Brasil. O passageiro de Maringá, por exemplo, agora vai acessar o nosso hub de Guarulhos de forma estratégica, e estará diretamente conectado a mais 13 destinos da Latam no Brasil e a outros 14 que operamos no exterior”, afirma Jerome Cadier, CEO da Latam Brasil. “É uma grande aposta no Paraná e na aviação paranaense”, completa Bruno Alessio, diretor de Planejamento Tributário da companhia.