O fim de semana teve 209 ações de fiscalização e inspeções realizadas pelas equipes da Prefeitura em estabelecimentos comerciais de diferentes bairros da cidade. Desde a sexta-feira (27) até a noite de domingo (29), fiscais da secretaria municipal do Urbanismo, técnicos da Vigilância Sanitária e guardas municipais participaram de incursões em bares, restaurantes, lojas de departamento, de materiais de construção, mercados, empresas, para assegurar a adequação ao Decreto 1600/2020, que impõe regras devido à pandemia da covid-19.

Foto: SMCS

Nos três dias, 35 estabelecimentos foram interditados. Deste total, 33 comércios tiveram as atividades paralisadas durante Aifus-covid (Ações de Fiscalização Integradas). Nas Aifus – realizadas por fiscais da Secretaria Municipal do Urbanismo, Guarda Municipal, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros – 16 estabelecimentos foram notificados por descumprimento à Resolução 01/2020 e em sete vistorias foram expedidas notificações por comércio irregular.

As Aifus-covid foram direcionadas a bares e casas noturnas, em locais com histórico de aglomerações.

Domingo

Somente no domingo, a operação, que teve início à tarde e se estendeu até a noite, esteve em oito bares nos bairros São Francisco e Centro Cívico, um restaurante no Centro Cívico e uma casa noturna no Batel. Os oito bares foram interditados, um recebeu também notificação por comércio irregular. O restaurante foi notificado para falta de adequação à Resolução 01/2020.

Durante os três dias, nas Aifus-covid foram fiscalizados 52 estabelecimentos em diferentes bairros que resultaram na interdição de 33, 16 notificações por descumprimento à Resolução 01/2020 e sete notificações por comércio irregular. Outros 25 estabelecimentos que haviam sido denunciados pela população estavam sem atividade no momento da fiscalização.

“A fiscalização foi intensificada com uma força-tarefa integrada entre Governo do Estado e Prefeitura para inibir a aglomeração na cidade e no comércio, uma medida de combate ao coronavírus”, diz o secretário municipal de Defesa Social e Trânsito, Guilherme Rangel.

Vigilância Sanitária

Já as equipes da Vigilância Sanitária, acompanhadas da Guarda Municipal, inspecionaram 157 estabelecimentos entre a tarde de sexta-feira e o sábado. Foram aplicadas 13 infrações e duas interdições: uma loja de departamentos esportivos no Centro, na tarde de sexta-feira, e um bar dentro de um estádio de futebol no Capão Raso, no sábado.

Na sexta-feira, a Vigilância inspecionou 133 estabelecimentos e fechou uma grande loja de departamento no Centro. Oito empresas foram notificadas, entre elas um cartório. Entre os autuados dois supermercados no bairro Boqueirão e uma loja de departamentos no bairro Boa Vista. Nestes locais, além de aglomerações, havia pessoas sem máscara.

No sábado, as inspeções aconteceram em 12 pontos de comércio, entre supermercados, lojas de departamento e pontos de comércio na região do Bairro Alto e Atuba. Foram lavrados dois autos de infração e feitas cinco orientações em lojas de material de construção, comércio de bebidas e de embalagens pela ausência de controle de acesso; de definição da capacidade máxima de pessoas no interior do estabelecimento e de procedimento para organização de fluxo de entrada e saída de pessoas no acesso único a loja.

Protocolos de prevenção

Todas as ações de fiscalização e inspeção foram focadas especificamente no cumprimento dos protocolos de prevenção ao novo coronavírus, como distanciamento social e uso de máscara e outras regras sanitárias.

Novas ações serão realizadas ao longo da semana.