Com autorização da Justiça, que negou três ações que pediam a suspensão da prova do Processo Seletivo Simplificado (PSS), o Governo do Paraná realiza neste domingo (10) a prova que visa selecionar professores temporários para o Estado. Ao todo, 39.379 candidatos vão participar do processo, que acontece simultaneamente em 30 cidades.

Foto: AEN

Nos autos, a Secretaria de Estado da Educação justifica todas as medidas legais que amparam a aplicação da prova, bem como as medidas de prevenção que serão adotadas pelo Cebraspe, empresa responsável pela avaliação.

Há um decreto estadual que garante a aplicação da prova e não existem decretos municipais que impeçam o certame. Em dezembro, quando o cenário epidemiológico do Estado apresentava patamares superiores aos atuais, a prova foi adiada por duas vezes.

O Ministério Público do Paraná (MP-PR) e a APP-Sindicato criticam a realização da prova, já que entendem que o momento epidemiológico não é propício para encontros presenciais.

Medidas de Prevenção

Entre as medidas de prevenção, segundo Governo do Paraná, estão a seleção de locais com amplas janelas para favorecer a circulação de ar; higienização de todo o ambiente, inclusive as carteiras (antes e depois do uso), de malotes e outros materiais de manuseio; verificação da temperatura corporal dos aplicadores e dos candidatos; observação do distanciamento físico; uso obrigatório de máscara; disponibilização de álcool em gel, sabonete líquido e papel toalha nos banheiros e de sacos plásticos transparentes individuais para descarte de material utilizado (lenços e máscaras usadas).

Visando garantir o distanciamento físico de 1,5 metro entre os candidatos em sala, a taxa de ocupação dos espaços físicos foi reduzida de acordo com as dimensões e a quantidade de carteiras existentes nas salas.

Foram selecionados locais com amplas janelas para favorecer a circulação de ar. As janelas deverão permanecer abertas durante todo o período de aplicação de provas, condicionada aos fatores climáticos. O uso de aparelhos de ar condicionado foi proibido. Além disso, em cada sala será informada a capacidade máxima do espaço e o quantitativo de pessoas alocadas naquele ambiente.

O Cebraspe organizará a entrada escalonada dos participantes e colaboradores para evitar qualquer tipo de aglomeração. O Centro dividirá os candidatos em quatro grupos, com horários de entrada distintos, que são informados aos respectivos candidatos na consulta de local e horário das provas. Desse modo, cada grupo de candidatos chegará ao local de prova em um intervalo de tempo, diluindo a circulação de pessoas e evitando aglomerações.