Nino, de dois anos, um cachorro da raça Beagle, foi reencontrado pela dona após uma grande campanha nas redes sociais à procura do animal. O cão desapareceu em janeiro deste ano quando Thais Frandaloso, de 36 anos, viajou para realizar uma entrevista de emprego. O reencontro aconteceu na tarde desta quarta-feira (25).

Thais havia se ausentado de casa durante dois dias na tentativa de conseguir um emprego e deixou a irmã como responsável por Nino e outros animais de estimação quando o sumiço aconteceu. Em entrevista à Banda B naquela época, a dona de Nino explicou que morava no bairro Boneca do Iguaçu, em São José dos Pinhais, há pouco tempo e suspeitava que alguém tinha roubado o animal.

 

 

Foto: Colaboração

 

“O muro é grande e a grade tem dois metros de altura, não tinha como ele pular. Tenho certeza que foi levado”, contou à Banda B, em janeiro.

 

Campanha

Thais abriu um boletim de ocorrência e procurou insistentemente pelo cão, além de divulgar sempre que podia em suas redes sociais a situação. E foi um destes grupos que a ajudou a reencontrar seu pet a cerca de 5 quilômetros de casa.

“A família que estava com o Nino é bem humilde e eles têm outros animais em casa. Quando descobriram que eu estava o procurando, eles ficaram bem emocionados”, contou Thais.

A publicação do grupo chegou a nova família de “Rex”, como era chamado por eles, e rapidamente marcaram o reencontro. “Ele era bem cuidado e sequer saía para fora do portão, inclusive não atendia por esse nome Rex”, explicou. 

Entretanto, como disse Thais, quando o chamaram de Nino ele “fez uma festa”. Ainda, “quando ele ouviu minha voz no telefone, ele ficou bem louco dentro de casa e até quebrou o vidro da janela da mulher só para ver se eu estava lá fora”. 

 

Foto: Colaboração

 

Nino está voltando a se acostumar com sua antiga casa e tem estranhado algumas coisas, já que ficou fora durante três meses, como explicou Frandaloso.

 

Retribuição

A família que cuidou do Beagle durante todo esse tempo disse que encontrou o cão na rua em um dia de chuva intensa. Thais explicou que o homem que cuidou dele trabalha com reciclagem e tem duas filhas e esposa. 

“Eu e minha família vamos retribuir todo o cuidado que tiveram com o Nino doando roupas, alimentos, móveis, o que pudermos”, disse.