Com 7.573 potenciais transmissores do coronavírus, a prefeitura espera que o fim de semana seja de quarentena em Curitiba. De acordo com o decreto publicado no último dia 21, o comércio de rua, os shoppings, as academias e as feiras não podem funcionar em ambos os dias. Já supermercados, restaurantes e lanchonetes estão proibidos de abrir no domingo. Em live transmitida nas redes sociais da prefeitura, a secretária municipal Márcia Huçulak fez um apelo para o isolamento social no fim de semana.

“Nós precisamos de uma quarentena da sociedade curitibana, então não abre shopping, nem o comércio de rua no sábado. Já no domingo o único estabelecimento permitido é panificadora, das 7 da manhã às 18 horas, para a pessoa comprar seu pão, seu leite, seu queijo e levar para casa”, explicou.

Sobre o fechamento nos supermercados no domingo, Huçulak disse que a Secretaria Municipal da Saúde levou em conta alguns estudos sobre o comportamento de pessoas em comércios. “O tempo de permanência no fim de semana mais do que duplica ou triplica. Nos dias de semana, as pessoas fazem sua compra e vão embora, enquanto no fim de semana vão passear, infelizmente. Às vezes vai a família inteira e ficam uma, duas horas. Precisamos que as pessoas fiquem em casa”, concluiu.

Na sexta-feira (24), Curitiba chegou a 444 mortos e 16.424 moradores infectados pela doença.

A taxa de ocupação das 345 UTIs do SUS exclusivas para covid-19 nesta quarta-feira é de 92%.

Confira o abre e fecha da cidade no fim de semana: