(Foto: Luiz Costa/SMCS)

 

A sensação de que o calor intenso não deu trégua nesse começo de ano é mais do que apenas impressão: O mês de janeiro foi quente em todo o Paraná. Nesta terça-feira (29), os termômetros marcaram 34°C, a temperatura mais alta de 2019 até o momento. Durante a madrugada, a capital paranaense chegou a registrar 20,2°C.

Em Paranaguá, no Litoral, os moradores tiveram que aguentar 26,1°C durante a madrugada, a maior temperatura mínima do estado. Em Antonina, a máxima foi de 39,5°C na tarde de hoje; e em Cambará, na região norte, de 39,4°C.

De acordo com o Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar), o calorão não vai passar assim tão rápido. A previsão é de uma semana quente e com pouca chuva no estado. A mudança só deve ocorrer entre o sábado (2) e domingo (3), quando há o avanço de uma frente fria pelo Sul do país, que aumenta a chance de chuvas e não deixa as temperaturas aumentarem tanto.

A previsão é de que, em Curitiba, no fim de semana, os termômetros fiquem entre 17°C e 20°c – ou seja, a mínima dos dias atuais se tornará a máxima. Para fevereiro, a expectativa é de que haja mais chuvas na capital, com menos dias seguidos de temperaturas elevadas.

Segundo os registros do Simepar, que começaram a valer a partir de 1998, a última vez que Curitiba esteve tão quente em janeiro foi em 2014. Na época, a capital atingiu 35,5ºC.