A Prefeitura de Campo Magro realiza, desde as primeiras horas deste sábado (27), uma barreira sanitária para restringir o acesso de turistas à cidade. Segundo decreto publicado nesta semana, a ideia é fazer uma espécie de ‘lockdown’ e impedir a propagação do novo coronavírus na cidade.

Divulgação

De acordo com o prefeito Claudio Cesar Casagrande, o turismo faz crescer em até 7 mil o número de pessoas na cidade e isso pode estar trazendo o vírus. “A gente vê esse movimento maior, já que muitas pessoas fazem trilhas, ciclismo e motocross. Neste fim de semana e no próximo, os restaurantes turísticos também estarão fechados”, disse.

Segundo o decreto municipal, os únicos serviços que podem abrir aos sábados são supermercados, mercados, mercearias, açougues, posto de combustíveis, farmácias, drogarias, panificadoras e estabelecimentos congêneres.

No domingo as restrições são maiores e apenas posto de combustíveis, farmácias, drogarias, panificadoras e estabelecimentos congêneres podem abrir.

O prefeito reforçou a necessidade pelo isolamento social. “A gente pede para que as pessoas fiquem em casa, que com certeza o resultado será muito bom. A ocupação em leitos está crescendo e o isolamento nos dá a oportunidade para que todos tenham acesso a um atendimento de saúde”, concluiu.

Campo Magro tem 32 casos de coronavírus e duas mortes.