O muro de um condomínio desabou com a forte chuva da noite deste domingo (13) e onze apartamentos ficaram alagados no Jardim Guarani, em Colombo, na região metropolitana de Curitiba. As águas atingiram cerca de um metro dos apartamentos térreos e muitas famílias perderam móveis e objetos pessoais.

O residencial fica na rua Frei Santa Rita Durão e abriga cerca de cem pessoas. Um dos apartamentos afetados é da salgadeira Adelaide de Fátima Fontana, 33 anos, que ficou bastante abalada com a situação. “Foi horrível, eu não conseguia entrar em casa, caiu o muro do condomínio e estouraram as portas de vidro. A gente estava na sorveteria quando a chuva começou, fomos para casa, mas já não conseguimos passar a rua. É a segunda vez que entra água dentro de casa depois que começaram uma construção e ninguém toma providência”, alegou, em entrevista à Banda B.

Na primeira vez que o apartamento foi atingido, a salgadeira contou ter perdido bastante objetos pessoais e que, nessa segunda vez, perdeu móveis que tinha conseguido recuperar. “Agora eu perdi o que tinha sobrado da outra enchente – guarda-roupa, cama, máquina de lavar, geladeira, mesa, era o que tinha em casa e tinha conseguido resgatar do primeiro alagamento”, descreveu.

Outras famílias também perderam móveis, roupas, alimentos e fizeram um mutirão para limpar o barro e a sujeira de dentro dos apartamentos. O condomínio pretende erguer o muro que desabou o mais rápido possível.