Corpo do homem foi recolhido ao IML. Foto: DS/Banda B

 

Um homem de 52 anos morreu carbonizado em um incêndio que atingiu o apartamento dele, na noite desta quinta-feira (31), no Bairro Alto, em Curitiba. Identificado apenas como Luiz, a vítima foi encontrada dentro de casa, no sofá da sala. Há suspeita de o homem não ter notado as chamas por estar dormindo. O Corpo de Bombeiros (CB) fez isolamento da área e trabalho de rescaldo, mas outros apartamentos podem ter sido afetados pelas chamas.

O condomínio de apartamentos fica na rua Rio Mucuri esquina com Sebastião Alves Ferreira. No local, os bombeiros encontraram o apartamento, que fica no térreo, completamente em chamas.

O tenente Jean, oficial do 7º Grupamento do Corpo de Bombeiros, disse à Banda B que o homem já estava morto quando a equipe de socorro chegou. “Durante o deslocamento nos informaram que poderia ter uma vítima no local, mas quando chegamos ele já estava em óbito. O incêndio estava de média a grande proporção e tivemos de agir rapidamente. As chamas começaram, a princípio, em uma ante sala, exatamente onde ele estava”, descreveu o tenente.

Vizinhos contaram que o homem tinha o hábito de ingerir bebida alcoólica e que, provavelmente, não tenha percebido o início das chamas. “Os moradores ali contaram que ele era alcoólatra. Acionamos o síndico para que o engenheiro analise o condomínio, já que. por causa da caloria, pode ter afetado a estrutura do apartamento de cima”, finalizou o tenente Jean.

Luiz morava sozinho e familiares foram avisados sobre o tráfico incidente. Os danos causados pelo fogo podem ter se estendido ao apartamento de cima. Caso seja comprovado o risco, os moradores vizinhos terão de deixar o local por danos na estrutura do apartamento. O corpo do homem foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba.