A Secretaria de Estado da Saúde divulgou nesta quarta-feira (18) o boletim da gripe com registro de 672 casos confirmados de síndromes respiratórias agudas provocadas pelo vírus Influenza de janeiro até agora. Duas mortes foram registradas por conta do vírus: uma bebê de 1 ano, de Mandaguari, na região Norte; e uma mulher de 29 anos, de Marilândia do Sul, no Vale do Ivaí.

(Foto: AEN)

Associada ou não a outras comorbidades como, por exemplo, diabetes, obesidade e doenças cardiovasculares, hepáticas e renais, a infecção pelo vírus da Influenza provocou 129 mortes no Estado neste período de monitoramento.

O boletim desta quarta-feira mostrou 12 casos a mais de gripe do que a publicação anterior, do dia 27 de novembro.

Casos

De acordo com o boletim, os casos de gripe são registrados em todas as regiões do Paraná. As cidades que apresentam maior número de casos confirmados da infecção são Curitiba, com 157; Foz do Iguaçu, com 76; Ponta Grossa, com 38, e São José dos Pinhais, com 31.

Segundo a chefe da Divisão de Doenças Transmissíveis da Secretaria da Saúde, Rosana Piler, as medidas de prevenção devem ser mantidas, mesmo no verão. “Conforme acompanhamos nos boletins, os casos de gripe acontecem durante o ano inteiro”, disse. “Entre as medidas preventivas estão a higienização frequente das mãos, principalmente antes das refeições, e a ventilação constante dos ambientes”, acrescentou.

Os principais sintomas da gripe são febre alta, acima de 38 graus, com início repentino; além de dor de garganta e de cabeça, calafrios, sensação de cansaço e tosse seca. Diante dos sintomas a recomendação é para a busca de atendimento médico nas unidades de saúde.