Um caminhão-guincho que transportava um jeep foi atingido na traseira por uma carreta bitrem e despencou de um barranco, ao lado da BR-376, no contorno sul, no quilômetro 590, na região da CIC, em Curitiba. A colisão, na madrugada deste sábado (28), teria acontecido por conta da lentidão na pista provocado pelo capotamento de um carro minutos antes no mesmo local.

A agente Fátima, da Guarda Municipal, conta que quando ouviu o estrondo da colisão dos dois veículos, abandonou o primeiro acidente para prestar socorro a essa segunda situação. “Foi um estrondo. A situação do primeiro acidente estava controlada, já que a vítima tinha sido conduzida pelo Siate e só estávamos aguardando o auxílio do BPTran (Batalhão de Polícia de Trânsito) para tirar os veículos do local. Por isso corremos para atender esse novo acidente”, explicou Fátima.

O tenente Hanauer, do Corpo de Bombeiros, conta que o guincho teria reduzido a velocidade e o outro caminhão não conseguiu frear a tempo. “O guincho que estava à frente reduziu, talvez até para olhar o acidente anterior, e essa redução provocou um novo acidente, pois o motorista do caminhão que vinha atrás não conseguiu frear a tempo”, disse o tenente.

As duas vítimas que estavam dentro do caminhão-guincho sofreram ferimentos moderados e foram encaminhados para o hospital, segundo Hanauer. “As duas vítimas que estavam dentro do caminhão-guincho foram atendidas pela ambulância do Samu e estavam estáveis. O motorista do outro caminhão não se feriu e não precisou ir para o hospital, até porque ele não estava em alta velocidade e conseguiu até acionar os freios, mas como o caminhão dele estava vazio, não foi o suficiente para parar”, relata.

O trânsito no local foi bloqueado por cerca de uma hora e um terceiro acidente, entre um caminhão e um veículo Sandero, também no quilômetro 590 da rodovia, aproximadamente uma hora e meia depois da ocorrência envolvendo o guincho, sem vítimas.