Seis vacas tiveram uma noite agitada nesta sexta-feira (3) na Região Metropolitana de Curitiba. Os animais escaparam de uma chácara e cada um correu para um lado. Foram cercados pela Guarda Municipal de Quatro Barras e pela Polícia Militar por cerca de 40 quilômetros. Depois de muita correria, cinco vacas foram capturadas e uma está “foragida”. Apenas se sabe que ela é da cor marrom.

Vaca foi imobilizada no canteiro da BR-116 – Foto – GM

A perseguição começou após a GM receber ligações de moradores dando conta de que havia animais correndo pela cidade de Quatro Barras. Com a ajuda da PM e da população, os novilhos passaram a ser cercados. Alguns foram capturados ainda na cidade, próximo ao terminal de ônibus. Mas outros correram muito mais e foram parar na BR-116, na região do Jardim Paulista, já em Campina Grande do Sul.

“A preocupação era muito grande porque algumas vacas, com muita energia porque eram novilhos, começaram a atravessar a BR-116. A Polícia Militar conseguiu pegar uma vaca que estava perto da rodovia, das que escaparam pra estrada. E nós, conseguimos cercar outra no acostamento da pista. Mas ela não se rendeu fácil não”, contou o GM Fabio.

Vaca foi imobilizada por laçadores que ajudaram na captura – Foto: GM

Segundo o guarda, esta vaca, de cor preta, passou a atravessar a BR e por pouco não provocou acidentes. Foi quando laçadores profissionais se aproximaram e começaram a ajudar no cerco ao bicho. O problema foi que a vaca foi para cima do guarda Fabio, na BR-116. Foi então que, segundo ele, não teve jeito: foi preciso atirar. Foram três tiros contra o animal, na direção da mata, com um revólver calibre 38. Apenas uma das balas atingiu a vaca que, mesmo ferida, atravessou de novo a rodovia e foi imobilizada no canteiro central.

Novilho branco que foi capturado pela PM – Foto: Colaboração Banda B

“Não tive outra alternativa. Mesmo pulando a mureta para me proteger, a vaca veio na minha direção e foi preciso atirar. Fiz três disparos para imobilizá-la e apenas um dos tiros acertou. A vaca foi laçada e socorrida por um veterinário que a colocou na caçamba de um veículo. O animal está bem e recebendo os cuidados”, contou o guarda.

Segundo a GM, dos seis animais que escaparam da propriedade rural, apenas um “está foragido”, porque até o fechamento desta reportagem não havia sido localizado. Os outros cinco foram levados para um local apropriado, que o guarda não soube dizer qual.

A GM e a PM investigam para saber exatamente de qual propriedade os novilhos fugiram. As principais hipóteses são negligência, vandalismo com o objetivo de deixar os animais escaparem ou ainda uma tentativa de furto mal sucedida.