Uma criança de um ano se engasgou e teve intervenção rápida de um policial militar para se salvar, no início da tarde desta quarta-feira (23), em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. Toda a ação foi registrada (assista abaixo) por uma câmera de segurança e impressiona pela rapidez do policial. Segundo a mãe, a menina comia batata cozida quando se engasgou. Após a manobra do policial militar André do 17º Batalhão, a criança voltou a respirar e já está em casa.

A situação dramática aconteceu por volta das 13 horas. Ao notar que a filha estava engasgada, a mãe contou aos policiais que tentou desengasgá-la, mas sem sucesso. Então, pediu auxílio a um familiar e foi até a sede do Batalhão, na rua Dr. Muricy.

Pelas imagens, o policial militar André recebe a menina nos braços e logo inicia a manobra de Heimlich. Para a Banda B, o policial falou sobre a importância de estar bem preparado. “Graças a Deus deu tudo certo, a mãe ficou calma, a criança começou a respirar. Uma situação assim, a dias do Natal, é gratificante podermos ajudar. Estamos preparados para agir em qualquer situação”, comemorou o policial.

Vídeo

Manobra

Segundo o Ministério da Saúde, coloque o bebê de bruços em cima do seu braço e faça cinco compressões entre as escápulas (no meio das costas). Vire o bebê de barriga para cima em seu braço e efetue mais cinco compressões sobre o esterno (osso que divide o peito ao meio), na altura dos mamilos.

Tente visualizar o corpo estranho e retirá-lo da boca delicadamente. Se não conseguir, repita as compressões até a chegada a um serviço de emergência (pronto socorro ou hospital).

Esses procedimentos são válidos somente se a criança ou o adulto engasgado estiverem conscientes. Vítimas inconscientes precisam de atendimento hospitalar rapidamente. Os primeiros socorros para asfixia ou engasgo devem ser tomados até que seja possível o atendimento especializado.