A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu, na noite deste domingo (26), um estudante universitário que, sob efeito de bebidas alcoólicas e sem carteira de habilitação, atropelou um pedestre em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná. Ele atropelou a vítima e fugiu.

Foto: Divulgação PRF

De nacionalidade nicaraguense, o estudante, que cursa administração pública em uma universidade sediada em Foz, tem 28 anos de idade e dirigia o carro de um amigo. O pedestre atropelado, de 40 anos, sofreu fratura exposta em um dos pés.

Pouco depois das 18 horas, uma equipe da PRF chegou ao quilômetro 3 da BR-277 para atender um atropelamento. No local, uma viatura do Corpo de Bombeiros já prestava atendimento à vítima, mas o motorista atropelador havia fugido.

Enquanto os policiais rodoviários federais faziam rondas nas imediações da Vila B, uma testemunha usou o telefone 191 de emergência da PRF para informar o local onde o veículo envolvido estaria estacionado.

Os agentes da PRF encontram o carro, com avarias e aparentemente abandonado. Alguns metros à frente, havia um homem em um ponto de ônibus. Inicialmente, ele negou ser o motorista, mas, em seguida, confessou que havia se envolvido em dois acidentes –primeiro um atropelamento e, na sequência, uma colisão contra o muro de uma residência.

A testemunha que ligou para a Polícia Rodoviária Federal se apresentou no local e confirmou que viu o estudante dirigindo o carro.

Levado à unidade da PRF na Ponte da Amizade, o estudante nicaraguense soprou o bafômetro, cujo resultado foi 0,90 miligrama de álcool por litro de ar expelido, três vezes acima do patamar a partir do qual a conduta, além de infração de trânsito, também caracteriza crime.

A PRF encaminhou o preso para a 6ª Subdivisão da Polícia Civil em Foz do Iguaçu. O estudante irá responder por lesão corporal, omissão de socorro, dirigir sem habilitação e com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool.

Dirigir sob a influência de álcool é uma das seis principais causas de mortes nas rodovias federais do Paraná.