Janete Kowalski Martin hoje respira aliviada. Ela é a avó  das três crianças que foram jogadas de um apartamento em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, durante um incêndio na última sexta-feira (8). Janete se recupera na casa da irmã e já recebeu a visita das netinhas.

Em entrevista à Banda B, nesta segunda-feira (11), Janete disse que fez de tudo para não precisar jogar as netas do 4º andar do prédio, mas não teve saída.

Janete se recupera. Ela também falou ao Programa Fantástico – Reprodução

“Estava com as crianças no apartamento e senti um cheiro de queimado. Olhei na janela e vi fumaça. Foi então que peguei minhas netinhas e fui para a porta, mas não dava pra ver mais nada por causa da fumaça. Fui até a janela e pedi socorro. Um vizinho de baixo me alcançou toalhas molhadas pra dar pras crianças. Esperei o que deu, mas como os bombeiros não chegavam e as crianças já estavam desmaiando, fui obrigada a jogá-las  lá de cima”, contou.

Janete tomou esta difícil decisão quando os vizinhos colocaram colchões e lonas e pediram que ela jogasse as netas e pulasse.

“Segurei o que pude porque estava com medo de jogar as crianças daquela altura, mas não teve jeito. Me obriguei a fazer isso e fiz por amor a elas, pra salvar a vida das minhas netas”, relembra.

Primeiro ela jogou a bebê Fernanda, de 11 meses. Em seguida, jogou Sophia, de cinco, e Rafaelle, com 7 anos. As crianças não se feriram e Janete machucou a coluna, mas se recupera.

O fogo começou no apartamento do primeiro andar e foi controlado com a chegada dos bombeiros.

A avó diz que hoje sabe que tomou a decisão certa. “Hoje sei que fiz o certo porque vejo minhas netinhas dizendo que me amam, vejo elas brincando… estou feliz e isso me faz prosseguir”, contou.

Assista ao vídeo do momento da queda: