Foto: Divulgação Sindimoc

 

Após reunião realizada no Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus (Sindimoc), a categoria decidiu não paralisar as atividades a partir da próxima quinta-feira (21). Havia uma expectativa de paralisação geral no transporte coletivo, mas a entidade decidiu no começo da noite desta terça-feira (19) por realizar uma nova reunião de avaliação. Para quarta-feira (20), segue mantido o ato na Praça Rui Barbosa, a partir das 15 horas.

Motoristas e cobradores reivindicam medidas efetivas do poder público para garantir segurança no transporte coletivo. O principal pedido é a instalação de câmeras dentro dos ônibus.

O impasse no momento está entre Sindimoc e a Urbanização de Curitiba (Urbs). A Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec), segundo a entidade sindical, já está realizando um estudo de viabilidade para a implementação das câmeras de segurança, com previsão para iniciar os testes ainda este mês.

Em nota, a Urbanização de Curitiba (Urbs) informou que conta com 500 câmeras de monitoramento em terminais do transporte coletivo e estações-tubo, conectadas 24 horas ao Centro de Controle de Operação (COC). “Além disso, os ônibus da frota das linhas urbanas contam com botão de pânico, o acionamento pode ser feito pelo motorista ou cobrador em caso de emergência. Quando acionado o sistema alerta o COC e também as empresas de ônibus. A Urbs está junto com a Comec na Comissão de Segurança e a Guarda Municipal criou a Patrulha do Transporte”, informou a administração municipal.