Servidores municipais de Rio Branco do Sul, região metropolitana de Curitiba, receberão o pagamento do mês de outubro em duas etapas, uma no dia 30 e a outra no dia 14 de novembro, com benefícios e diferenças. A informação foi confirmada pelo prefeito da cidade, Cezar Gibran Johnsson, em postagem na rede social Facebook, na qual afirmou ter afastado todos os membros do departamento do RH (Recursos Humanos) da administração municipal, por suspeita de pagamentos indevidos para determinados funcionários.

Rio Branco do Sul é a campeã de tremores no Paraná. Foto: Reprodução / Rio Branco do Sul – Vista Aére

 

De acordo com o prefeito, problemas identificados no RH, relativos à folha de pagamento, levaram à administração a procurar o Ministério Público (MP),  para que sejam tomadas medidas legais para apuração dos fatos. Sobrou para o servidor, que terá o salário parcelado em duas vezes. “Nós contratamos uma auditoria e encaminhei as informações ao MP-PR, para que as medidas sejam tomadas. De forma administrativa, tomamos as medidas cabíveis, que é o afastamento”, descreveu.

O prefeito garantiu que o pagamento em duas etapas é apenas para não privilegiar quem fez parte da fraude. “Será em duas etapas para que os funcionários que participaram desta irregularidade não sejam beneficiados. Quem participou disso, poderá perder o cargo de concurso”, destacou.

Gilbran ainda pediu que quem fizer parte da fraude, nem que seja sem saber, procure a prefeitura para devolver os valores indevidos. “O funcionário que recebeu indevidamademente, venha a prefeitura para devolver este dinheiro. Este dinheiro é do povo e tem que voltar para cá o mais rápido possível” disse.

A Banda B procurou o MP-PR sobre o caso e aguarda um retorno.