Moradores precisam de produtos de limpeza para reorganizar as suas casas. (Fotos: Prefeitura de Guaraqueçaba/Divulgação)

 

O trabalho da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros continua nesta segunda-feira (7) para atender as ocorrências causadas pelo forte temporal que atingiu Guaraqueçaba, no litoral do Paraná, na madrugada de sábado (5). Na manhã de hoje, a PR-405, que liga o município a Antonina, foi totalmente liberada após ter sido bloqueada por um deslizamento de terra.

De acordo com o major Emmanuel, subcomandante do 8° Grupamento do Corpo de Bombeiros, o único acesso que ainda apresenta problemas está na localidade de Tagaçaba de Cima, uma das mais afetadas pelas fortes chuvas. “Ali houve a queda da cabeceira de uma ponte, que não envolve a PR-405. A prefeitura da cidade já está trabalhando na recuperação da estrutura e acreditamos que, nos próximos dias, ela será restituída”, disse ele em entrevista à Banda B.

Segundo o major, até o momento, os levantamentos mostram que, no total, 1,5 mil a 2 mil moradores foram afetados diretamente pelo temporal. “O número de desabrigados foi de 65, justamente na região de Tagaçaba. Essas pessoas foram encaminhadas até pousadas e, no dia seguinte, retornaram às suas casas. Mas nós apuramos que 90 a 100 famílias perderam bens com as chuvas. As mais prejudicadas foram aquelas que vivem nas áreas rurais do município”, completou.

Doações

Diante dos estragos provocados pelo temporal, as equipes do Corpo de Bombeiros agora trabalham na organização, registro e entrega de doações. “O que os moradores mais precisam agora é de alimento não perecível e produtos de limpeza, para que possam organizar as suas residências”, finalizou.

A população também está recebendo água potável, roupas, colchões e produtos de higiene. As doações podem ser realizadas nos endereços abaixo:

Curitiba: 1ª Igreja Batista – Rua Bento Viana, 1200 – Batel;

Paranaguá: Ginásio de Esportes Joaquim Tramujas;

Antonina: Avenida Dr. Carlos Gomes da Costa , sn – Teatro Municipal;

Guaraqueçaba: Centro de Referência de Assistência Social (Cras) – Rua Salim do Carmo, 60;

Morretes: Cras de Morretes – Rua João Foltran – 542 – Centro.