O Sidarspen (Sindicato dos Policiais Penais do Paraná) divulgou um vídeo, nesta quinta-feira (26), em que o presidente da entidade, Ricardo Miranda, alerta para riscos de casos de coronavírus em penitenciarias do Paraná. Ele afirma que faltam equipamentos de segurança para os agentes penitenciários e que presos estão sendo liberados para trabalho externo, o que pode se tornar um foco de contaminação.

(Foto: Divulgação)

 

“Nós não podemos ficar em quarentena, porque somos uma atividade essencial. O governo deveria estar preparado para um surto, entregando equipamentos para os policiais penais dentro da penitenciária do Paraná. Não está havendo entrega. Policiais estão sem máscaras, álcool gel e luvas”, disse Ricardo Miranda.

O sindicalista ainda reclamou da liberação de presos para serviços externos. “Isso aumenta os riscos dentro das penitenciárias. Deve-se evitar ou acabar com a liberação de presos para setores de trabalho, para não acontecer a proliferação do vírus dentro da penitenciária, porque pode ocasionar casos e a situação ficar incontrolável”, afirmou.

Sobre a reclamação dos agentes, a Banda B entrou em contato com o Depen (Departamento Penitenciário do Paraná) e aguarda um retorno.