Um adolescente, de 16 anos, foi encontrado morto em uma cava na travessa João Ribeiro Batista, no bairro Caximba, em Curitiba. Ele estava desaparecido e amigos e familiares faziam buscas na região.

Foto: Colaboração

O tenente Oliveira, do 13.º Batalhão, conta que a Polícia Militar foi chamada por moradores no final da tarde deste domingo (4). “O local aqui é geralmente utilizado pelos jovens para se refrescar e aí acredito que como o pessoal vem andar de cavalo por aqui acabou encontrando o corpo”, contou o tenente.

De acordo com o subtenente Baumel, do Gost (Grupo de Operações de Socorro Tático do Corpo de Bombeiros), o risco de tomar banho em cavas é sempre alto. “São vários riscos. A gente inclusive diz que é proibido tomar banho em rios e cavas que não tenham por perto um bombeiro ou alguém com conhecimentos para fazer a guarnição. Ele provavelmente deve ter ficado enroscado em algum galho dentro da própria cava e não teve como sair dali sozinho”, disse Baumel.

Ao que tudo indica, o adolescente se afogou na última sexta-feira (2), dia marcado pela alta temperatura em Curitiba.