A força da Banda B após produzir a primeira reportagem e a solidariedade do povo curitibano foram pontos destacados pelo padre Joaquin Parron para o sucesso no número de doações aos moradores da Vila Torres, no bairro Prado Velho, em Curitiba, que estão sofrendo com a pandemia de coronavírus. Foram quase duas mil cestas básicas entregues, fazendo com que inclusive produtos fossem encaminhados para outras áreas carentes em Almirante Tamandaré e no Cachimba.

Entrega de produtos aos moradores da Vila Torres (Fotos: Colaboração)

 

“Tenho que destacar duas coisas: a força da Banda B e a solidariedade do curitibano. Nossa meta era de 1,6 mil cestas para manter as pessoas por 15 dias e conseguimos isso para os menos necessitados. A perspectiva é que eles fiquem por mais um mês e meio isolados então estamos calculando a necessidade de cinco mil cestas, por isso as doações não podem parar”, afirmou o padre Parron.

De acordo com o sacerdote, com um número alto de cestas para este primeiro momento foi possível doar os produtos para outras áreas carentes. “Solidariedade gera solidariedade. Outros bairros passam necessidades e estamos mandando cestas para áreas carentes de Almirante Tamandaré e também o bairro Cachimba. Uma média de 400 cestas básicas serão passadas para estas outras áreas”, explicou.

Produtos recebidos na Vila Torres

Por fim, o padre falou sobre outra frente de trabalho que vem sendo realizada junto aos moradores da Vila Torres que é a questão da higiene pessoal. “Não basta dar alimentos se as pessoas não lavam as mãos ou não se cuidam. Então, recebemos sabonetes e entregamos a população, explicando a importância de se manter os hábitos de higiene para evitar casos de coronavírus”, concluiu.

O ponto de doação de alimentos ou produtos de higiene está localizado Na Avenida Comendador Franco 1.034, na Vila Torres.