As proteínas são macromoléculas formadas por oxigênio, nitrogênio, carbono e hidrogênio com funções principais de reparação e construção, sendo fundamentais para a manutenção da saúde.

Quando falamos em proteína, logo podemos associar aos aminoácidos, que são micronutrientes que formam as cadeias peptídicas para dar estrutura às macromoléculas de proteína. Na alimentação, pode ser de origem vegetal ou animal.

Esses aminoácidos se dividem em: essenciais, parcialmente essenciais e não-essenciais.

Os primeiros são obtidos na alimentação, e nesse grupo se encaixa fenilalanina, valina, triptofano, treonina, lisina, leucina, isoleucina e metionina.

Já os parcialmente essenciais, que são produzidos pelo organismo, mas não de forma completa, necessitam de um complemento através da alimentação. Este é o caso da arginina e histidina.

O próprio organismo se encarrega da produção dos essenciais como: glicina, alanina, serina, cisteína, tirosina, ácido aspártico, ácido glutâmico, asparagina, glutamina, taurina e prolina.

Quais os benefícios da proteína? 

Leia o post completo no Blog Natuclin