Inimiga do coração e forte risco para nossa saúde, a hipertensão arterial pode causar derrame cerebral, complicações renais e infarto. Especialistas alertam para alguns sintomas, como dor de cabeça, tontura, dor no peito, falta de ar e palpitações.

A hipertensão costuma ser silenciosa. Suas principais causas estão relacionadas com estresse, histórico familiar, envelhecimento e estilo de vida desregrado. Porém, é necessária uma atenção extra se você é do grupo que bebe e fuma ou de pessoas sedentárias, obesas e adeptas ao sal em excesso na alimentação.

Hipertensão e pressão arterial

A pessoa é considerada hipertensa se apresenta pressão maior ou igual a 14 por 9 regularmente. Esses números são de extrema importância, pois possuem ligação direta com nosso coração.

O que permite a pressão na contração é denominada como pressão sistólica. Seu recomendado é que não passe de 12 mmHg, enquanto no enchimento do coração relaxado – pressão diastólica – o correto é ficar em torno de 8 mmHg. Não controlar a pressão arterial resulta em graves problemas, pois, com a circulação ineficiente, o órgão não recebe oxigenação adequada, podendo até resultar em infarto.

Algumas considerações merecem destaque quando o assunto é hipertensão. Confira o conteúdo completo no Blog Natuclin