Imagem Pixabay

-Mãe, hoje que é o dia de Natal?

-Não filho, amanhã!

– Mas por que é hoje que fazem a entrega dos presentes?

– Hoje comemora-se a noite de Natal. É a véspera de Natal. O Natal é amanhã. O nascimento de Jesus é tão importante que comemoram um dia antes.

– Eu gosto mais do dia de hoje. O de amanhã é chato. Só tem comida, não tem presente. Mãe, o Papai Noel é pai de Jesus?

– Não, filho. Jesus existiu assim como a gente. Só que foi um espírito de luz. Muito mais evoluído que nós. Veio com uma missão muito especial. Já o Papai Noel só existe no coração das pessoas.

-Mas eu vi ele lá no shopping!!!

– Eu sei filho, mas Papai Noel é uma pessoa igual a nós. Um homem fantasiado com aquela roupa.

– Então ele existe, assim como Jesus e nós?

-Não, filho! Ele é uma pessoa. Qualquer um pode se vestir de Papai Noel. É isso que estou dizendo. Papai Noel é uma pessoa que se veste daquele jeito.

-Não entendi! Você disse que Jesus existiu e que Papai Noel existe só no coração. Como assim?

A mãe explica, e no final a coisa parece ter se complicado ainda mais.

No final:

-Ahhhh, entendi!!! Então Jesus que era igual a nós… é ele que se veste de Papai Noel e todos os anos, no dia 24, traz presentes para a gente? E ele não mora na chaminé. Na verdade mora no coração da gente!!!???

A conversa acima é certamente muito próxima de tantas conversas que acontecem neste período do ano. Cuidado: cabeça de criança é mais limpa que a da gente. A ficha cai exatamente onde foi jogada.

Feliz Natal!

*Sergio Brandão é jornalista há 43 anos, com passagem pelas principais emissoras de tv, rodou o Brasil por conta da profissão. O jornalismo que ensina a olhar as coisas com olhos diferentes, para Brandão é um exercício diário.