Do Minuto Pet (Para retornar a página inicial do Blog clique aqui)

O caso do cãozinho Lobinho, que foi jogado de uma ponte no Rebouças em 30 de junho de 2016, segue sendo pela Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA). Segundo a Sociedade Protetora dos Animais, na semana passada houve o contato de uma pessoa dizendo que seria responsável por Lobinho.

lobo(Foto: Divulgação SPAC)

“Ele disse que tinha livre às ruas e no dia em que desapareceu estava atrás da cadela de um vizinho que estava no cio. Encaminhamos as informações à DPMA. Esta pessoa quer o Lobinho de volta, mas não há possibilidade de retornar a mesma família que o colocou em situação de risco.”, disse a postagem.

Segundo a SPAC,  Lobinho não pode retornar a mesma família que o colocou em situação de risco. “Lobinho precisa muito de um lar responsável. Esta quase totalmente recuperado dos ferimentos na cabeça e já foi castrado. Ele é muito amoroso e bem ativo”, informou.

Famílias adotantes devem entrar em contato por Whats no telefone (41) 8802-5232.

Notícia Relacionada:

https://www.bandab.com.br/pet/spac-procura-homem-que-teria-jogado-cao-em-ponte-no-reboucas/