Se tem algo que curitibano gosta é costela, em Curitiba temos diversas costelarias, algumas que funcionavam 24hs antes do Covid-19, outras do almoço ao jantar sem qualquer interrupção. Já fomos em algumas e vamos contar para vocês sobre elas.

Sabemos que cada um tem a sua preferida, alguns gostam de comer à vontade, já outros preferem algumas que contam com outros cortes além da tradicional costela.

Uma das Costelarias tradicionais em Curitiba é o Costelão do Gaúcho (R. Mateus Leme, n. 2167 – 3254-5265) que serve do almoço ao jantar, sendo a costela preparada durante horas na churrasqueira. Todas as vezes que fomos a costela estava muito boa, além do sal no ponto certo. A costela é servida por quilo (R$58,00 o kg), além do valor dos acompanhamentos a vontade (R$10,80 por pessoa) que inclui maionese, tomate, aipim frito, cebola em conserva, polenta frita. Funciona faz mais de três décadas, com ótimo atendimento.

Costelão do Gaúcho: Rua Mateus Leme, 2167

Temos, ainda algumas que cobram o valor por pessoa, como o Costelão Bacacheri (Avenida Prefeito Erasto Gaertner, n. 26 – 3356-0665) que cobra o valor de R$39,90 com costela a vontade, além de arroz branco, salada verde com tomate, maionese de batatas, farofa, polenta frita e cebola em conserva. O Costelão do Gaucho no Hauer (R. Dr. Júlio César Ribeiro de Souza, n. 627 – 3377-2704), que foi o pioneiro na costela servida na tabua. A costela é servida a vontade (R$32,00 durante a semana), além de linguiça, frango, maionese, arroz, salada mista, batata frita e farofa.

Podemos falar ainda do Costelão do Schapieski (Rua Dep. João Leopoldo Jacomel, n. 1018 – 32825075) em São José dos Pinhais, que serve um ótima costela, além de outros cortes de carne que foram adicionados durante o tempo (alcatra, filet com mignon, galeto…). O valor da carne é cobrado a la carte, além das porções cobradas a parte como salada mista, polenta frita, risoto “caseiro”, entre outros. Serve uma tradicional rabada com polenta (preço por pessoa) as quintas-feiras no jantar.

Qual a sua preferida? Deixe sua dica…