A orientação passada a todos é que não reajam a um assalto.

Mas a violência está tão grande contra o cidadão de bem, que acabamos por presenciar cenas de filmes, onde a vítima vai atrás dos assaltantes pois não confia na ação da polícia.

Mas no fundo não é a polícia que que deve ser responsabilizada pela impunidade que presenciamos no dia a dia.

A culpa, é das leis existentes, que protegem os marginais, pois para o cidadão, quem faz a justiça é a polícia, mas na pratica, quem aplica a lei é o poder judiciário, amparado pelas leis que regem o direito em nosso país.

E infelizmente nossos legisladores (Deputados Federais e Senadores) não estão cumprindo seu papel em defesa do cidadão, mas em muitos casos legislando em defesa de seus interesses pessoais e de seus parceiros.

Essa falta de postura legal, está fazendo com que os bandidos, que antes eram presos e passavam ao menos alguns dias presos, hoje entram e saem quase que imediatamente da delegacia e ainda zombam das suas vítimas, pois sabem que nesse país o crime compensa.

Temos que mudar essa realidade. Mas como fazer isso? Cobrando mais daqueles que foram eleitos para representar o povo.

Em uma pizzaria, enquanto os bons cidadãos estão trabalhando para ganhar honestamente seu sustento e fornecer trabalho para outros, entram dois marginais, (pois se os chamarmos de “vagabundos”, ainda corremos o risco de sermos processados pelos defensores dos bandidos que se usam de ONGS para pegar dinheiro dos nossos impostos para os defender), roubam uma moto que usavam na pizzaria para fazer a entrega das pizzas e fogem.
Revoltado o proprietário sai atrás, em perseguição aos dois assaltantes que fugiram em duas motos (uma que roubaram e outra que usaram para cometer o crime), enquanto o motoboy que trabalhava com ele vai ligando para a polícia e pedindo apoio para prender os assaltantes.

Na perseguição, o assaltante que estava com a moto roubada cai e acaba sendo atropelado pelo dono da pizzaria (vítima do assalto).

Agora certamente a vítima passará a responder na justiça, pelo atropelamento, e o assaltante será idolatrado e defendido pelos defensores dos assaltantes.

Temos que dar um basta nessa inversão de valores em nossa sociedade.

CHEGA DE IMPUNIDADE.

Para sugestões de matérias e dúvidas encaminhem e-mail para [email protected]