É comum termos nos noticiários sempre as mesmas notícias.

Falta efetivo para as polícias.

Mas não adianta apenas aumentar os efetivos nas ruas, pois isso significa aumento dos gastos, e nesse momento o que nenhum governante pode fazer, é aumentar os gastos.

Por isso, é muito mais vantajoso, economicamente e operacionalmente investir em tecnologia para que os policiais possam melhor desempenhar suas funções.

Quantidade não é qualidade, e os nossos policiais são muito bem treinados e qualificados para as funções que exercem.

Se os presos ao serem autuados tivessem seu DNA colhido, com certeza teríamos muitos mais casos solucionados e a população teria muito mais confiança na polícia e na segurança que o Estado lhe oferece.

Com essa simples mudança não teríamos aumento de gastos com a folha de pagamentos, pois investimento em tecnologia é despesa de custeio.

Outra ação que pode ser efetivada é aproveitar a estrutura da Segurança Privada como colaboradores da Segurança Pública, o que colocaria quase 40.000 vigilantes somando esforços com os efetivos das polícias

Muitas outras ações que a Secretaria de Segurança através da pessoa do Secretário de Segurança tem como serem efetivadas.

Mas para tal, é interessante que aquele que tem esse cargo tenha um conhecimento profundo sobre as estruturas da Polícia Civil e da Polícia Militar; e de quem são seus integrantes, Delegados, Coronéis, enfim, conheça as polícias que comanda e como elas atuam.

A Polícia Científica também tem que ser extremamente valorizada e reconhecida como fundamental na solução de crimes.

E nunca esqueçam, prevenir é sempre o melhor remédio, e para sugestões ou perguntas, encaminhem e-mail para [email protected]