Quem não quer uma Polícia Militar forte, presente e atuante defendendo a sociedade?

Com certeza, a resposta é, TODOS QUEREM, mas quando o policial tem que atuar, ao presenciar um crime ou ser acionado através do 190, ele é um representante da lei e tem que atuar com imparcialidade, cumprindo o que prevê a lei.

E são nesses momentos que é fundamental a participação do cidadão de bem. Ao ver a ação do policial deve observar a avaliar se a ação do policial é correta ou não.

Se for incorreta, deve registrar e denunciar o seu comportamento indevido.

MAS, se o policial estiver agindo corretamente, também deve ter o mesmo comportamento e se posicionar a favor dele, e se perceber que alguém está tumultuando ou tentando reverter a situação, filme a ação como um todo e depois mostre para o policial e lhe envie para que ele possa usar essas imagens em sua defesa.

Por quê digo isso?  Porque normalmente nas ocorrências policiais, quem fica para observar e filmar uma ação do policial é o “mau” cidadão, que quer sempre colocar o policial como “ruim e prepotente” e aí filmam e editam aquilo que lhes interessa, pois assim conseguem seu momento de fama divulgando apenas uma parte dos fatos e de acordo com sua opinião, denegrindo a ação da PM.

O cidadão de bem, ao ver uma ocorrência geralmente procura não se envolver. É um direito seu, mas mesmo percebendo que a ação do policial é correta, depois vê noticias mostrando a arbitrariedade do policial, e em muitos casos isso é incorreto e apenas ele sabe disso. Então, se querem uma polícia “forte e presente”, faça a sua parte. Defenda o bom policial.

E como disse, se estiver errado, o policial irá responder por seus atos, mas se estiver agindo corretamente, merece o apoio do cidadão de bem.

E não esqueçam, O MAL PREVALECE QUANDO OS BONS SE CALAM!

Para dúvidas e sugestões encaminhe seu e-mail para [email protected]

 

*Este texto não reflete, necessariamente, a opinião da Banda B.