A Polícia em nosso país tem uma avaliação distorcida por grande parte da população, que a vê como um órgão a serviço do Estado e contra a sociedade, o que na prática é totalmente o contrário.

A Polícia é um órgão a serviço da população, e todos só percebem a importância e a falta que a Polícia faz quando por exemplo, ocorre uma greve e o cidadão não tem a quem pedir socorro, ou quando percebem que a falta do policiamento faz aumentar a violência e a insegurança.

Mas porque temos essa inversão de valores com relação às policias?

Em governos de esquerda, é comum criar uma animosidade da população contra a estrutura de segurança, pois para os anarquistas, quanto pior melhor.

Como nosso país está passando por uma faxina ética e moral, onde aos poucos a população está começando a rever seus conceitos de família e sociedade que estavam sendo deturpados, e o sentimento de patriotismo está ressurgindo e forte em todo o território nacional, nossos valores cívicos estão sendo reafirmados, e entre eles está o amor à pátria, a família, e as estruturas governamentais que tem por obrigação legal e moral defender nossa pátria, e nosso povo.

Durante esse trabalho de desestruturação das polícias, muitas coisas se deterioraram, e como consequência muitos policiais acabaram atuando de forma errada e indevida, mas isto é algo que pode e está sendo corrigido.

E esta falta de apoio as estruturas policiais está resultando em dados trágicos e alarmantes. Em nosso Estado – Paraná, por exemplo, o número de policiais mortos em serviço, já é menor, que o número de policiais que cometeram suicídio.

É necessária uma cobrança efetiva e direta por parte da população nos casos em que haja qualquer tipo de irregularidade por parte de uma ação policial, mas também é fundamental o apoio da população aos bons policiais que são a maioria esmagadora do efetivo.

E uma parte fundamental nesse processo é a imprensa que em tese deveria ser imparcial e repudiar o errado e aplaudir o certo, mas o que vemos é apenas um sensacionalismo barato, onde buscam audiência com a desgraça humana, e onde só se explora a falha, mas nunca se elogia o acerto.

Ainda bem que temos profissionais de imprensa sérios que atuam de forma correta e digna.

Para sugestões e dúvidas, encaminhem seus e-mails para [email protected]

 

*Este texto não reflete, necessariamente, a opinião da Banda B.