DISFARCE COMO ENTRAM COMO EVITAR
Funcionário de concessionárias, dos Correios, Telefonia e de Serviços Públicos Alegam ter de fazer reparos dentro de algumas unidades, ou no caso do carteiro, ter de entregar em mãos a correspondência. • Pedir crachá com foto

• Caso o morador não esteja, ligar na empresa para conferir se aquela pessoa realmente é funcionário.

Oficial de Justiça ou Advogado Procuram forçar a entrada no condomínio sem se identificar, ou apresentando documentos e identidades falsos. Orientar o porteiro para não mudar os procedimentos de segurança de acordo com a aparente autoridade, de quem quer que seja. Só permitir a entrada se o morador autorizar.
“Autorizado pelo telefone” Alguém, se passando por morador, autoriza a entrada de um terceiro pelo telefone. O porteiro deve ter uma relação com os telefones de todos os moradores. Só após falar com o morador pelo contato da portaria deve-se liberar o acesso.
Falso policial Homens chegam trajados com roupas da polícia e exigem entrar no condomínio, às vezes com carros adesivados que imitam os da polícia. Não deixar ninguém entrar sem ser autorizado, mesmo que seja policial. A polícia não pode invadir o condomínio sem um mandato de busca e apreensão.
Carro clonado do morador Usam carro com as mesmas características de um morador para entrar no condomínio. Embicam o carro e, por conhecer o carro, o porteiro abre a garagem. Só abrir se o morador sair do carro ou mostrar o rosto e se identificar. Ideal é ter câmeras que focalizem o rosto do motorista ao chegar.
Falsa grávida Mulher se passando por grávida finge estar passando mal. Companheiro pede para usar o telefone da portaria para ligar para médico. O porteiro pode ligar ele mesmo para uma ambulância, caso veja que o caso é grave. Mas não deve sair da portaria e nem deixar ninguém entrar no condomínio.
Mulher bonita e vestida de maneira provocante Mulher chega de noite, geralmente para visitar um morador solteiro. Pede para não anunciada pois “ela é a surpresa” O porteiro deve ser extremamente cauteloso e não deixar ninguém entrar sem autorização.
Corretor de imóveis Bem vestido, em geral num grupo de dois ou três, apresenta-se como corretor de imóveis e diz que vai visitar determinado apartamento. Confirmar se morador requisitou a presença do corretor. Se não, não permitir a entrada, mesmo que o morador permita.

• Alertar porteiros para não deixar desconhecidos entrarem, mesmo que estejam “bem vestidos”

Para sugestões ou dúvidas, encaminhem e-mail para [email protected]