Todos gostam de falar de política, e sempre as discussões se concentram se, apoiam a Direita ou apoiam a Esquerda.

Mas o que todos deviam questionar, é: Quem é honesto e trabalha em prol do país e da população, e quem entra na política pra ficar rico com roubos e desvios de verbas públicas prejudicando a sociedade que o elegeu.

Com relação aos princípios básicos que a população necessita, Educação, Saúde e Segurança, e nessa ordem de prioridade, é onde todos sentimos os maiores impactos.

Na Educação, vemos escolas caindo aos pedaços, professores desestimulados, alunos indisciplinados, sendo passados de ano sem conhecimento e isso irá refletir no futuro deles na hora de entrarem no mercado de trabalho.

Na Saúde, onde a população em muitos lugares morre nos corredores, por falta, de leitos, de profissionais e de estrutura suficiente para atender a demanda.

E na Segurança Pública então, onde o cidadão de bem, a cada dia que passa, está ficando mais trancafiado dentro de suas casas com medo de sair nas ruas, onde os marginais circulam e agem livremente, e mesmo quando presos em poucas horas estão soltos nas ruas.

Recentemente vi uma reportagem onde autoridades comemoravam que conseguiram aumentar o número de homicídios solucionados.

Mas ninguém fala que entre identificar um criminoso homicida, processá-lo, julgá-lo e condená-lo, os números caem a índices ridículos.

E porque isso acontece? Porque os governantes gostam de investir onde a mídia dá repercussão: Inclusão de policiais; entrega de viatura; entrega de armas, pois isso dá manchete e promove politicamente quem faz a entrega; mas não investem na retaguarda, criando infraestrutura para que o crime após cometido possa o processo ser subsidiado com provas, para quando chegar a julgamento, não seja o marginal liberado por falta de provas, pois não adianta “falar” que é bandido, tem que provar com materialidade e provas.

E essa falta de investimentos está fazendo crescer assustadoramente o número de marginais atuando livremente em nossas cidades.

Por isso, sempre reflitam antes de digitar o nome do político que querem eleger, pois o futuro está nas mãos de cada eleitor.

Para sugestões e dúvidas encaminhe e-mail para [email protected]

 

*Este texto não reflete, necessariamente, a opinião da Banda B.