Estamos vivendo um momento atípico, onde todas as rotinas foram alteradas. A grande maioria da população viu do dia para a noite seu trabalho ser colocado em risco com o fechamento do comercio, indústria, restaurantes, academias, enfim, tudo parou.

Com essa mudança, as pessoas passaram a ficar confinadas em casa, mas a grande maioria está com muitas preocupações que vão além do medo de contrair o coronavírus.

Uma pequena parcela tem seus salários garantidos por um período maior de tempo, mas a grande maioria perdeu de imediato sua renda e os demais nem sabem se vão receber seus salários ou se ainda terão seus empregos, pois sem funcionar, as empresas também não têm renda e não conseguem manter os empregos nem pagar os salários.

(Pixabay)

Essa pressão acaba por gerar altos níveis de estres nas residências, pois o dinheiro acaba, as contas chegam, a comida acaba, e estas situações infelizmente está resultando num aumento de casos de violência doméstica.

Temos que torcer que nos próximos dias as coisas comecem a voltar ao normal.

E essa falta de dinheiro está também fazendo aumentar os casos de roubos e furtos, pois com os estabelecimentos comerciais fechados, passaram a ser um alvo fácil dos ladrões.

Por isso é fundamental termos representantes que usem corretamente o seu poder para fazer com que os nossos impostos sejam gastos em prol da população, construindo hospitais e postos de saúde e fazendo com que tenham estrutura para atender os que necessitam. Estamos presenciando a falta de infraestrutura, e cito por exemplo Manaus, onde foi gasto uma fortuna num estádio de futebol para a Copa do Mundo e que está abandonado, assim como a rede de saúde daquele Estado.

A população tem de melhorar sua avaliação na hora de escolher seus representantes, e torcer para não termos mais que passar por situações como essa e caso ocorra outra situação similar, que tenhamos uma melhor estrutura para enfrentar sem colocar em penúria o povo.

Para sugestões ou dúvidas encaminhe e-mail para [email protected]

E nunca esqueça, PREVENIR é sempre melhor que remediar.