Se perguntarmos para qualquer pessoa na rua, o que ela acha da segurança em nossas cidades? A resposta será com certeza.

NÃO AGUENTO MAIS!

Cansamos de escrever sobre crimes cometidos, e infelizmente não vemos uma mudança no cenário.

E sabem por quê?

Porque só prendemos, ou tentamos prender os marginais que são maiores de idade, ou seja, se já fizeram 18 anos e não estão mais protegidos pelo ECA – Estatuto da Criança e do Adolescente.

Não sou e nunca fui a favor de explorar crianças, mas sou contra deixar crianças abandonadas nas ruas a mercê de traficantes que os usam para serem “apreendidos” e enquadrados como crianças, enquanto os vagabundos de maior idade escapam ilesos, isso quando não mandam o menor matar pois a lei o protege.

E aí temos que fazer uma pergunta para esse bando de defensores de bandidos e que são contra menores trabalharem.

Estamos com uma geração que só pensa em trabalhar com no mínimo 18 anos, e hoje já temos uma geração que chega aos 30 anos “encostados e sustentados” pelos pais, mas se comportando e agindo como verdadeiros militantes da esquerda, falando mal do capitalismo, mas vivendo de mesada dos pais.

Verdadeiros sanguessugas da sociedade.

Vimos recentemente um relojoeiro que elogiou um pequeno engraxate de 10 anos que estava trabalhando para ajudar por comida em sua casa. Esse menor com certeza será um cidadão de bem. Mas o MP – Ministério Público foi em cima para processar o cidadão por apologia ao trabalho infantil e outras pérolas que o Eca estabelece.

Quero ver se algum Promotor tem coragem de entrar nas favelas e autuar os traficantes que usam os menores como ”mula”, vaporzinho” e para outros crimes.  Te garanto que como diz o ditado popular, “borram as calças”, e não vão, mas contra um cidadão de bem, trabalhador, honesto e pai de família, enchem o peito e ficam machões.

Estou cansado dessa demagogia e de que tudo é politicamente incorreto.

E o que mais me entristece, é que é uma minoria de hipócritas com acesso as mídias que fazem o berreiro, mas a maioria esmagadora que é a população de bem não se expressa e quando se expressa é escrachada por um bando de radicais inconsequentes e irresponsáveis.

CHEGA. O cidadão de bem tem o direito de expor sua opinião e esses radicais, tem que aprender a ouvir, por bem ou por mal.

E para isso o cidadão de bem tem que escolher nas eleições, representantes que falem em seu nome, em nome da família e do bom senso, pois os radicais fazem isso.

Para sugestões e duvidas, encaminhem e-mail para [email protected]

 

*Este texto não reflete, necessariamente, a opinião da Banda B.