Temos vivido uma época em que o ter é melhor que o ser. As pessoas a cada dia mais egoístas, individualistas e buscando o ter. Um smartphone de última geração, viagens, exposição nas redes sociais muitas vezes mostrando algo que não se vive.

Se ficarmos atentos ao nossos redor é possível ver como as drogas e a bebida tem destruído tanta gente. Se avaliarmos o que tem levado a sociedade a um desespero absurdo podemos concluir que falta estrutura emocional, família, referências de pai e mãe. Sem contar a falta de respeito uma pelos outros.

Muitas vezes um simples sorriso, uma palavra motivadora e uma mão estendida pode mudar o dia, a vida de uma pessoa. Sejamos solidários, sejamos pessoas bondosas e de bem. Há tanta instituição que p imóvel o bem, das igrejas as ONGs, de setores públicos a empresariais. Que a desculpa não seja nosso amuleto. Uma cidade, uma sociedade só será mais justa e agradável quando houver a união de forças em bem do todo.

Hoje mesmo, estenda a mão, sorria, ore por alguém, compreenda, seja solícito, seja agradável. Multiplicar o bem sem dúvida tornará a vida de alguém melhor e a sua será transformada.

*Evandro Razzoto  é coordenador de Ciência e Tecnologia da SETI – Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior Governo do Estado do Paraná. Professor da UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná), consultor e palestrante ambiental. Além disso, escreveu o livro Eco Sustentabilidade: Dicas para tornar você e sua empresa sustentável, em que fala principalmente sobre como conciliar os três pilares da sustentabilidade (crescimento econômico, responsabilidade social e preservação ambiental) na gestão e marketing das empresas