Este tema já esteve em alta, muita mídia e marketing sobre o tema, empresas se voltando para a sustentabilidade e a economia verde. A modinha agora é a inovação. Não quero tirar o valor dos temas que para mim são extremamente relevantes, importantes e necessários no mundo moderno. Mas o que torna um tema sair de cena em apenas 2, 3 anos?

Primeiramente é importante abordar do que se trata a economia verde. Desde a reciclagem de lixo comum, orgânico e eletrônico. Passando pela substituição de lâmpadas, os painéis solares, redução do consumo de água, energia e insumos até uso de materiais substitutos para queimar no lugar do carvão tradicional. Dentre outros e tantos itens tão importantes como o crédito de carbono.

 

Acabou? Não. Além disto os avanços, a pesquisa e a inovação tem levado a uma riqueza tamanha com a economia verde. Mas saiu de moda, quase que deixado de lado pela opinião pública e das autoridades. Nas eleições de 2008, 2010 e 2012 só se falava em sustentabilidade. Já nas últimas eleições de 2016 e 2018 só se falou em inovação.

Duas áreas que conheço e atuo de forma intensa, mas que de alguma maneira tem sido usada de forma pejorativa. Alias, falando de inovação, é preciso entender que as mudanças tem levado empresas, setor público, instituições de ensino e afins a respirarem neste novo mundo. A máquina está levando a uma nova revolução. A tecnologia tem sido tão importante que as ferramentas passam pela tecnologia. Não quero aqui fazer campanha de qual tema é mais importante, mas da importância de que o avanço tecnológico e da inovação precisam andar em equilíbrio com o Planeta e a forma sustentável de preservar e cuidar.

Fique atento e faça suas apostas. Qual será a nova palavra da moda e ou qual voltará? A verdade é que a cada dia as pessoas se tornam mais vazias e correndo em busca do inalcançável. Meu desejo que você utilize sim a tecnologia, incluindo em inovar e se ajustar as mudanças, mas não esqueça que o valor maior são as pessoas, o ser humano. E obviamente sejamos conscientes em cuidar e preservar nosso Planeta. Com equilíbrio iremos mais além.

*Evandro Razzoto  é coordenador de Ciência e Tecnologia da SETI – Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior Governo do Estado do Paraná. Professor da UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná), consultor e palestrante ambiental. Além disso, escreveu o livro Eco Sustentabilidade: Dicas para tornar você e sua empresa sustentável, em que fala principalmente sobre como conciliar os três pilares da sustentabilidade (crescimento econômico, responsabilidade social e preservação ambiental) na gestão e marketing das empresas