O artigo de hoje é fruto de uma realidade simples, mas cientificamente comprovada como benéfica: o poder de colocar as coisas no papel.

Faz poucos dias que encontrei uma lista de objetivos que tinha escrito há alguns meses, ao reler percebi que cumpri com praticamente todos os itens, tendo ficado pendente apenas um (eram mais de dez).

Senti um prazer tão grande em riscar aqueles itens concluídos! Também notei que foi muito mais leve do que era quando ficava tudo na mistura de coisas que é o universo de nossos pensamentos.

Aí pensei: porquê não trazer esse tema prático pro blog? Aqui estamos, eu e o poder das listas.

Imagem Pixabay

Tenho certeza que ao menos uma lista de mercado você já colocou no papel nesta existência (sim caro leitor, papel mesmo, aquilo que a gente usava para escrever quando não existiam os smartphones, ele ainda existe rsrsrs).

Escrever é como fazer um contrato consigo mesmo, no caso com o próprio cérebro. E adivinha, nosso cérebro tende a respeitar e contribuir com os tratos que fazemos (até enquanto a gente dorme trabalha em nosso favor, ele é parceiro mesmo rsrsrs)

Costumo brincar que você tira o que quer do meio da infinitude de pensamentos que brincam em sua mente e coloca no mundo real, em 2D, num lugar claro, palpável (e dobrável rsrsrs).

Você já fez ou faz suas listas de objetivos e atividades por escrito?

Fazer listas é um grande aliado para lembrar das coisas e para aliviar o peso de ter que processar tudojuntomisturado (escrevi assim de propósito, fica meio tenso né?!).

O fundamento de uma boa lista: seja específico.

O seu cérebro precisa saber claramente o que você deseja fazer ou qual objetivo deseja alcançar.

Depois de listar tudo é útil separar em categorias.

Uma dica bem simples é dividir em pelo menos duas (tem formas mais completas, mas começa pelo básico):

1) tarefas do dia/semana – indo da mais urgente até a menos urgente;

2) objetivos/sonhos/metas – eles podem ser categorizados para 1 ano, 3 anos e 5 anos.

Importante: lembre de se dar o prazer de riscar o que já está feito ou conquistado (amo muito essa parte S2). Isso aumenta sua credibilidade consigo mesmo, ou seja, te torna mais confiante e motivado!!

Então chega de esquecer o que precisava fazer. Crie seu roteiro por escrito! Você pode aumentar, riscar, alterar e seguir com a leveza e a serenidade de quem tem uma mente organizada.

É pra fazer simples mesmo ok? Nada de inventar coisas como criar títulos, subtítulos e longos textos. Objetividade e clareza são o canal.

Agora vai lá e coloca a caneta pra dançar no papel.

Desejo que você possa ticar como concluídos todos os itens de sua lista, consiga organizar melhor a vida e seja muito muito muito feliz!!

Envia seu comentário, dúvida ou sugestão pra mim. É só clicar em: http://bit.ly/WhatsDaIsabelle.

Se você gostou deste artigo, compartilhe com alguém.

Mais uma dica: faça a lista de quem precisa presentear no natal, do que pretende comprar e do quanto pode gastar com os presentes. Isso vai te ajudar no mínimo a não passar vergonha no dia 25 (e no máximo a ficar dentro do seu orçamento garantir seu 2020).

A pergunta de hoje é pra aquecer os motores, pega seu papel e responde:

Qual objetivo você se propõe a alcançar ainda em 2019?

Contato:

Me acompanhe e empreenda sua vida.

Gostou desse artigo? Manda um e-mail contando para mim, quero ouvir a sua opinião.

Pode enviar também sua dúvida ou comentário, quem sabe posso fazer dela o tema de um artigo do blog