A segunda-feira desta semana começou festiva, pois 15 de outubro é a data em que se celebra os professores. Então antes de mais nada, um agradecimento à todos aqueles que compartilham a luz do conhecimento e abrem caminhos para um infinito de possibilidades nas mentes e na vida de seus alunos.

É muito gostoso lembrar de quantas histórias vivemos em sala de aula, quantas experiências vivenciamos durante o aprendizado, desde as primeiras palavras que conseguimos ler sozinhos em um livro (graças aos ensinamentos incansáveis das primeiras professoras), passando pelas deliciosas criações nos laboratórios de ciências onde podíamos ver misturas de elementos criarem um espelho, ou dissecar uma minhoca e descobrir que ela tem cinco “corações”.

Fotos públicas

Aqueles professores que estimulavam nossa criatividade com o desenho geométrico, os que se esforçavam para deixar o Teorema de Pitágoras mais divertido para que pudéssemos aprender que “o quadrado da hipotenusa é igual a soma do quadrado dos catetos”.

Tinham também os professores que a gente temia, os que usavam óculos escuros durante as provas pra ninguém ter coragem de colar, e tinham os que eram tão queridos que viravam confidentes (principalmente na adolescência).

Aprendi muito com muitos professores, muitas matérias e também estratégias de vida. Lembro até hoje da irmã Joana da biblioteca que me indicava os melhores livros e as vezes passava todo o recreio me mostrando as fotos das obras de grandes pintores como o impressionista Monet, Salvador Dali e seu surrealismo, Leonardo da Vinci com sua mundialmente famosa e conhecida Mona Lisa, e outros grandes como Picasso, Rembrandt, Van Gogh, Renoir etc.

Quantos mestres, quantos nomes, quantos ensinamentos… e como vocês me conhecem não sou pessoa de natureza santificadora de ninguém, pois como humanos que também são, também tivemos professores que nos ensinaram como nunca agir em função de um mal exemplo (vai dizer que na sua escola nunca teve um professor dispensado por má conduta?).

Cada um de nós com certeza tem centenas de memórias e histórias vividas dos tempos de escola.

E também não podemos deixar de lembrar daqueles que não eram professores no sentido literal da palavra, mas que nos deixam lições sobre a vida, pessoas que conhecemos as vezes numa viagem de ônibus, outras que são nossas amigas e fiéis escudeiras, nossos companheiros de vida e certamente as crianças que nos mostram novas perspectivas de ver as coisas (Laura a tia ama muito você – gentem eu tinha que deixar isso aqui por escrito para ela S2).

Penso que rolou uma nostalgia com você aí do outro lado da tela também…

E a pergunta da sua coach é:

Qual lição você lembrou e que pode ajudar na sua vida hoje?

Contato:

Me acompanhe e empreenda sua vida.

Gostou desse artigo? Manda um e-mail contando para mim, quero ouvir a sua opinião.

Pode enviar também sua dúvida ou comentário, quem sabe posso fazer dela o tema de um artigo do blog!

Contato: [email protected]

Ou pelo instagram: @isabellefeichas

#EmpreendaSuaVida #Empreendedorismo #EmpreendaComBrilho #Disney #MelhorAno #Trabalho #Paixão