A flexibilidade ou adaptabilidade são necessidades fundamentais da vida moderna. As mudanças são estão cada vez mais rápidas e não temos como fugir delas. Então, que tal estar preparado?

Quanto mais fechada, rígida e inflexível está nossa mente, mais dor e dificuldade teremos em nos adaptar as mudanças, sejam elas no âmbito profissional ou pessoal.

É como alguém que tem o corpo rígido, por falta de se exercitar e alongar, essa pessoa terá dificuldade para fazer as coisas, mesmo as simples como levantar e caminhar provocarão dor, e isso tende a piorar com o passar dos anos.

Para o corpo ficar mais flexível fazemos alongamentos e exercícios que possibilitam ir de um movimento a outro sem dor. Com nossa mente funciona dessa mesma forma, podemos treinar até que isso se torne uma habilidade e se adaptar seja mais fácil.

Um primeiro passo para se tornar mais flexível é compreender que existem infinitas formas de ser e pensar, e que achar que tem razão sempre ou buscar estar certo todas as vezes é se fechar para o aprender (e sem aprendizado não existe crescimento em nenhuma área da vida, acredita na Tia Isa aqui, a vida é movimento!).

E deixo mais 3 dicas bem práticas para te ajudar nesse processo:

  1. Preste atenção nas pessoas que tem opiniões diferentes das suas, não para contestá-las nem para buscar elementos para reforçar suas próprias convicções, mas para aprender novos pontos de vista. Isso não significa que você terá que concordar com tudo que a pessoa diz e faz, nem adotar o modo de vida dela.

Uma dica que ajuda: converse com alguém que você não gosta e ouça os pontos de vista dessa pessoa, você pode se surpreender positivamente com ela, ou no mínimo, enxergar uma nova perspectiva!;

  1. Essa dica é uma gostosura: escolha comer algo novo! Pode experimentar um prato da culinária japonesa, vietnamita, libanesa, mexicana etc., ou mudar radicalmente o recheio da pizza (que eu bem sei você repete sempre seu preferido). Vale também comprar uma daquelas frutas diferentes do mercado para dar ao paladar uma experiência diferente;
  1. Estude temas que não façam parte das suas atividades comuns. Pode escolher aprender uma nova língua, ou jogar um jogo de tabuleiro que ainda não conhece, daqueles que te estimulam a montar estratégias, completar desafios, buscar novas soluções para os mesmos problemas. Em tempos de isolamento social vale até joguinho de estratégia no celular (se não conhece procure no google ou peça dicas para outras pessoas, essa é uma ótima forma de falar sobre novos assuntos e quem sabe fazer novas amizades).

Atenção leitor: não dá pra ficar fitness sem se exercitar, da mesma forma que não dá para se tornar flexível sem treinar a mente. Então escolhe como deseja começar e coloca em prática hoje mesmo, você vai se agradecer por isso no futuro, pode acreditar!!

Gostou deste artigo? Ele fez sentido para você? Te ajudou de alguma forma? Me envia um whats contando nesse link: http://bit.ly/WhatsIsabelle fico sempre feliz em saber.

Para acompanhar mais me segue no instagram @isabellefeichas ou pelo link https://www.instagram.com/isabellefeichas/ .

Até a próxima!