Estava há dias pensando no que trazer aqui para o blog esta semana, algo que realmente pudesse plantar uma semente para bons frutos em todos que fizerem esta leitura, então decidi falar sobre o amor.

Esse sentimento que, além de nobre, aquece nosso coração, que faz de um abraço o melhor lugar do mundo, que é tão essencial e que nos fortalece.

Podemos sentir o amor de muitas formas.

Temos o amor que sentimos por nossa família, pelos amigos e por pessoas importantes de nossa jornada.

Temos o amor romântico com a pessoa que escolhemos para caminhar lado a lado.

Temos o amor por um cheiro que trás boas lembranças, o amor pelos animais de estimação, o amor pela natureza, o amor pelo que fazemos, o amor que colocamos ao preparar uma comidinha especial, o amor pelas nossas conquistas e seus frutos.

Imagem – Pexels

Temos o amor caridade que nos leva a estender a mão para ajudar quem não conhecemos.

Temos o amor que existe antes mesmo de nós mesmos, que é o amor incondicional de Deus por nós e nosso por Ele.

E temos um tipo de amor que às vezes é deixado de lado, que é o amor próprio, aquele que é essencial para também cuidarmos de nós mesmos. Até mesmo Jesus nos ensinou: “Amai ao próximo como a ti mesmo.”

São incontáveis as possibilidades de amar.

Todos merecemos dar e receber um amor sem condições, que não busca apontar as falhas, mas acolher, respeitar e estar ao lado para quando o outro precisar. Um amor que permite entender a profundidade da nossa própria humanidade e também da humanidade do outro, fazendo com que se dissipem as cobranças e se compartilhem as experiências.

Ame Muito, ame plenamente, viva muitos momentos de alegria e felicidade com as pessoas que você ama! E saiba que o amor se propaga, se multiplica e quanto mais se dá mais se tem.

Chegando ao fim temos nossa clássica pergunta:

O que pode criar mais amor?

Contato:

Me acompanhe e empreenda sua vida.

Gostou desse artigo? Manda um e-mail contando para mim, quero ouvir a sua opinião.

Pode enviar também sua dúvida ou comentário, quem sabe posso fazer dela o tema de um artigo do blog