Arte ilustrativa

Chegamos no 10! Essa série começou em outubro desse ano com o primeiro texto (https://www.bandab.com.br/blog/empreenda-sua-vida/habilidades-essenciais-para-se-adaptar-ao-mercado-na-proxima-decada/), lá eu apresentei todo o conjunto das 10 habilidades do futuro que serão fundamentais para você estar preparado para o mercado dos próximos anos, com base na pesquisa feita pelo World Economic Forum (Fórum Econômico Mundial).

Hoje eu trago a última das competências que foram apontadas nessa pesquisa, a habilidade da flexibilidade cognitiva. Mas antes de falar dela quero trazer um parágrafo do livro do professor e economista alemão Klaus Schwab, fundador do Fórum Econômico Mundial, para você perceber a importância dessa série de artigos: “Estamos a bordo de uma revolução tecnológica que transformará fundamentalmente a forma como vivemos, trabalhamos e nos relacionamos. Em sua escala, alcance e complexidade, a transformação será diferente de qualquer coisa que o ser humano tenha experimentado antes”. (1)

Voltemos à competência em si. Talvez você esteja pensando agora: Mas que raio de negócio é esse? Então vamos lá, flexibilidade cognitiva é a capacidade da sua mente de transitar entre diferentes conceitos de forma ágil, ou seja, ter uma mente mais flexível.

Para ficar simples eu adoro fazer relação com coisas comuns do dia a dia. Vamos usar nosso corpo como exemplo, para tornar nossas articulações mais flexíveis fazemos alongamentos e exercícios que possibilitam sair de um movimento a outro com mais facilidade e sem dor. Se uma pessoa tem o corpo mais rígido por falta de treiná-lo ela terá cada vez mais dificuldade para fazer as coisas, mesmo as simples como levantar e caminhar alguns metros.

Da mesma forma acontece com a nossa mente e pensamentos, quanto mais fechado é nosso modelo mental, mais rígida e inflexível se torna nossa mente, a ponto de nos prejudicar não apenas no trabalho, mas na vida.

E como treinar sua mente e pensamentos (cognição) para que você tenha cada vez mais facilidade de se ajustar rapidamente a um conjunto diferente de regras e circunstâncias?

1. Busque ler coisas novas da sua área e adicione leituras que não tem a ver com o que você faz, temas mais complexos também são ótimos;

2. Treine montar estratégias, completar desafios, buscar novas soluções para os mesmos problemas;

3. Faça coisas que te tirem da sua zona de conforto, busque aprender novos idiomas e treine escutar dois deles de forma intervalada;

4. Busque conversar e ouvir com atenção pessoas que tenham opiniões diferentes das suas, não para contestar, mas para aprender que o mundo possui e exige flexibilidade de pontos de vista.

Final

Chegamos ao fim desta série que, ao menos para mim, irá deixar saudades, pois aprendi muitas coisas novas e revi outras com um olhar diferente. E você curtiu acompanhar tudo isso por aqui?

Ou é a primeira vez que está lendo este blog?

Se for volta lá para conferir os outros temas que eu escrevi com toda dedicação e carinho.

Me acompanhe e empreenda sua vida!

Gostou desse artigo? Manda um e-mail contando para mim, isso me deixa muito feliz.

Pode enviar também sua dúvida ou comentário, quem sabe posso fazer dela o tema de um artigo do blog!

Contato: [email protected]

Ou pelo instagram: @isabellefeichas

#empreendasuavida #empreendedorismo #empreendacombrilho #empreendertransforma #trabalho #mercado #habilidades #futuro

Fontes: https://www.weforum.org/agenda/2016/01/the-10-skills-you-need-to-thrive-in-the-fourth-industrial-revolution/

CHWAB, Klaus. A quarta revolução industrial. Tradução de Daniel Moreira Miranda. São Paulo: Edipro, 2016.