posse do general Luna em Itaipu (foto: Alan Santos-PR/AB)

posse do general Luna em Itaipu (foto: Alan Santos-PR/AB)

Dos antigos diretores gerais de Itaipu, apenas Luiz Fernando Vianna e Fernando Xavier Ferreira atenderam ao convite para a posse do novo diretor geral, general Luna, terça-feira, 26, em Foz do Iguaçu.

A solenidade foi em espaço próprio da Binacional, construído para eventos dessa natureza. Não demorou mais do que 30 minutos, na Barragem.

COM STROESSNER

O discurso ficou por conta da fala do presidente Bolsonaro, de elogios aos presidentes militares e ao falecido ditador paraguaio Alfredo Stroessner.

A fala de Bolsonaro, pelo conteúdo de aplauso a um passado em constante contestação pelos historiadores, surpreendeu muito. Ampla repercussão na mídia. Mas estava dentro da linha definida pelo presidente e da qual não abre mão.

AUSTERIDADE

Não houve mais discursos, nem coquetel, nada de festa. Terminada a posse, todos foram depressa em direção ao aeroporto.

Parece que se inaugura assim mesmo um tempo de austeridade na Binacional, pelo menos em termos de celebrações. Até porque os empossados nem receberam cumprimentos, contrariando toda expectativa de cumprimento do protocolo comum nessas ocasiões.

Leia a coluna aqui