Hudson José Roberto

Hudson José Roberto

Quem está habituado a ler esta coluna/blog, sabe que há meses apontei Hudson José Roberto, 53, como o nome que Ratinho Junior escolheria para secretário de Estado da Comunicação Social.

Nesta segunda-feira, 3, ao final da tarde, o futuro governador confirmou o nome de Hudson, jornalista, dono de um amplo currículo. Em Curitiba ele iniciou como jornalista no começo dos 1990, a trabalhar sob minha direção e a de Odone Fortes Martins, como repórter do Jornal Indústria & Comércio.

Foi seu primeiro posto aqui, logo depois de formado pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) em Jornalismo. Fez igualmente trabalhos jornalísticos relevantes, como correspondente da Gazeta Mercantil, de São Paulo, no Paraná, e na Folha de Londrina.

PORTA-VOZ DE JL

Hudson foi por alguns meses porta-voz do Governo Jaime Lerner, segundo governo de JL.

Seu currículo inclui presença em instituições de porte, sempre como homem de marketing e propaganda – além de jornalístico – em organismos como a rede internacional de supermercados Sonae, a Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), a Unimed de Curitiba, a rede de restaurantes Madero.

NA EVANGELIZAR

Na Assembleia Legislativa foi o secretário de Comunicação Social.

Nos últimos meses antes de assumir a Comunicação Social da campanha de Ratinho Junior ao governo, Hudson trabalhava no comandando da comunicação e marketing da poderosa fundação Evangelizar, instituição católica de abrangência nacional, liderada pelo midiático padre Reginaldo Manzotti.

Passou pelo menos quatro anos na Evangelizar, ajudando a ampliar o trabalho da fundação.

O “IMPOSSÍVEL”

Sei que o sacerdote, por reconhecer os bons resultados da ação de Hudson, fez o possível e o “impossível” para manter Hudson José Roberto (seu nome completo) em sua obra, hoje amplamente nacional, e que envolve centenas de emissoras de rádio e televisões no país todo.

Profissional discreto, posso classificá-lo de trabalhador obstinado, daqueles que “vestem terno completo para dar conta de suas missões profissionais.”

Foi assim que se comportou na “campanha do Junior”, como ele se refere até agora ao futuro governador Ratinho Junior.

BEM PREPARADO

Bem equipado profissionalmente, o novo secretário tem cursos de MBA em Propaganda e Planejamento feito na UFPR.

Impôs-se sempre pela qualidade de seu trabalho. Terá pela frente a missão de também de evitar erros como os cometidos sistematicamente por Deonilson Roldo, na Comunicação Social de Beto Richa, e cuja característica de trabalho envolvia sobretudo ações autoritárias para contemplar apaniguados, como sua “troica”.

É casado com uma jornalista e o casal tem dois filhos.

LEIA A COLUNA COMPLETA AQUI