A última pesquisa científica da fonoaudióloga curitibana PhD Cida Stier foi publicada no 31º Congresso Mundial da Associação Internacional de Logopedia e Foniatria. Entre os dias 18 e 22 de agosto, pouco menos de mil profissionais de dezenas de países se concentraram em Taipei, capital de Taiwan. Na ocasião, Cida falou a uma plateia seleta.

Cida Stier: uma raridade curitibana

 

Os resultados – que também compuseram uma tese – vieram pelo uso do _eye tracking_, dentre outras técnicas de pesquisa em fonoaudiologia e comunicação social. Voluntários aceitaram ter os olhos rastreados durante exibições de vídeos. Os resultados sugerem tendências de fidelização da audiência e credibilidade em função do estilo do apresentador. As hipóteses foram testadas em um laboratório de neuromarketing.

TREINANDO JORNALISTAS

Cida é conhecida pelo trabalho profissional de treinar jornalistas, políticos e empresários para a fala pública (quando não deschucralizar tais pessoas, o que faz quase por milagre).

Rigorosíssima nas questões do desenvolvimento humano, no amplo e nas técnicas, é conselheira de muitos quadros, nos quais escolhe contratar ou não, promover ou demitir.

Os jornalistas Gladimir Nascimento, Sandro Dalpícolo e Dulcinéia Novaes são entusiastas do trabalho dela. As equipes que a atendem nos projetos pessoais e das próprias empresas são bastante restritas.

Na contramão da super-simplificação, nos últimos anos, Cida Stier doutorou-se nos Estados Unidos, criou novos cursos e expandiu o próprio trabalho na internet.

(colaboração de Vinicius Sgarbe)

Para ler a coluna completa do blog Aroldo Murá, clique aqui.