Padre Domingos, missionário

Morreu na noite desta quarta (29), aos 78 anos, o padre passionista Domingos Manara, um dos párocos da Igreja Senhor Bom Jesus do Cabral, de Curitiba. O religioso enfrentava um câncer. O corpo foi velado das 7h às 12h desta quinta (30), na paróquia do Cabral.

Domingos Manara nasceu em Pinto Bandeira, antigo distrito de Bento Gonçalves (RS), em 19 de janeiro de 1941. Filho de Antônio Manara e Madalena Marini Manara, estudou o primeiro grau em Pinto Bandeira e o segundo grau em Osasco (SP).

ESCOLHIDO PARA ANUNCIAR O EVANGELHO

Em 1962, fez o noviciado em Colombo (PR). No ano seguinte, cursou Filosofia em Curitiba e, em 1965, foi para São Paulo onde fez faculdade de Teologia. Foi ordenado sacerdote em Pinto Bandeira, no dia 21 de dezembro de 1969, optando pelo lema: “Escolhido para anunciar o Evangelho”.

Desde 1970, exerceu diversas atividades paroquiais e missionárias em cidades como Colombo, Caxias do Sul (RS), Osvaldo Cruz (SP), Santa Cecília (SC), Calvário (SP), Pinto Bandeira (RS) e Itaboraí (RJ).

Desde 2010, era vigário paroquial no Bom Jesus do Cabral.

CATEQUESE COM ADULTOS

Pe. Domingos escreveu, em 2014, o livro “Roteiro para Catequese com Adulto”, pela Editora A Partilha. Com 72 páginas, o conteúdo é divido em duas grandes partes e 21 capítulos: a primeira parte destaca os primeiros passos à fé cristã, e a segunda aborda a iniciação à vida cristã.

“É um roteiro dirigido especialmente a jovens e adultos devido ao seu conteúdo bíblico-eclesial que exige certa reflexão para chegar a uma espiritualidade concreta. Naturalmente pode ser aproveitado por qualquer pessoa que deseja aprofundar seus conhecimentos no campo da vivência cristã”, escreveu o autor.

Leia a coluna completa aqui