Cidadã brasileira e também alemã, ela está concluindo graduação em Antropologia na Belarmine University, Kentucky. Novo passo na Inglaterra, como bolsista.

 

A curitibana Mayara Vieira Sponholz Duarte, 24 anos, foi admitida para cursar o mestrado em Desenvolvimento Urbano Sustentável (Master of Science) na Universidade de Oxford, no Reino Unido. A jovem está concluindo a graduação nas áreas de Sociologia e Antropologia na Bellarmine University, em Louisville, no estado norte-americano do Kentucky. Detalhe: a acadêmica não preenchia plenamente a exigência de dois anos de experiência com projetos de desenvolvimento sustentável; apenas a participação em trabalhos voluntários nessa área. O obstáculo, no entanto, foi afastado pelo seu excepcional histórico universitário, que já foi responsável por assegurar a ela bolsa integral na Bellarmine University.

DO SEGUNDO MILÊNIO

Mayara tem o perfil característico do cidadão do segundo milênio: politizada, cosmopolita, poliglota, empenhada em construir uma sólida bagagem acadêmica e cultural e comprometida com as causas sociais dos anos 2000. Assim, não foi surpresa para os familiares vê-la recentemente nos principais telejornais brasileiros reportando para mídias independentes os protestos contra o racismo nos Estados Unidos.

FRAÇOIS HOLLANDE

Quem já se surpreendeu com a jovem foi o ex-presidente François Hollande, que, bem-humorado, chamou-a para tirar foto ao saber da intenção da garota em presidir a França. “Quando você chegar lá, quero poder dizer que somos amigos”, gracejou. Foi em 2012, quando Mayara, então estudante na Alemanha (ode vive desde criança), representou o estado do Thüringen no 1º parlamento de estudantes alemães e franceses.

Jovens dos dois países, participantes de um programa de integração cultural, produziram um documento conjunto sobre as principais questões de Educação, Trabalho e Clima na Europa, que entregaram pessoalmente a Angela Merkel e Hollande.

Leia mais AQUI