Acredito que nunca se louvará na justa medida o Projeto Bom Aluno, criado pela saudável ousadia dos empresários curitibanos Francisco Simeão Neto e Luiz Bonacin

Francisco Simeão e Luiz Bonacin

Os frutos que eles colhem com esse pioneiro programa estão espalhados no Brasil todo e no exterior, visíveis em profissionais liberais e empreendedores de toda ordem que eles ajudaram revelar, ao acolher moços e moças da baixa renda para dar-lhe educação de primeira qualidade, do fundamental à Universidade. Tudo do melhor, gratuitamente.

MEDICINA, QUARTO ANO

Fundadores e gestores dessa obra singular, Chico Simeão e Bonacin engajaram no Bom Aluno outros empresários e empresas, que também se alegram com vitórias muito significativas dos estudantes, como a recém conquistada pelo aluno Emerson Borges, 20 anos, Bom Aluno do Quarto Ano de Medicina da Faculdade Pequeno Príncipe, de Curitiba.

Ele, a namorada, Jacqueline, e a médica Adriana Banzatto Ortega (especialista em doenças neuromusculares e orientadora do trabalho) desenvolveram trabalho/pesquisa que ficou em primeiro lugar na premiação da categoria pôster na Terceira Edição da International Conference on Neurology and Brain Discorders, nos Estados Unidos.

ESTUDO EPIDEMIOLÓGICO

O trabalho é um estudo epidemiológico dos pacientes portadores de atrofia muscular espinhal (“Epidemiological profile of patients with spinal muscular atrophy at a children hospital in south of Brazil)”.

Outro trabalho foi aceito também na mesma categoria “The approach of non-traumatic congenital unilateral facial paralysis through two cases reports and literature review”;

DA VILA MACEDO

Emerson, aluno do colégio Estadual Vila Macedo, em Piraquara, foi admitido no Programa Bom Aluno em 2011, sendo um destaque em relação ao desempenho acadêmico, interesse e criatividade. Na época, seus pais exerciam funções bem simples no trabalho. A família composta pelos pais e 3 filhos mora em Piraquara.

MUITA PERSPICÁCIA

Desde que entrou no Programa Bom Aluno desenvolveu-se bem nas atividades ofertadas, demonstrando sempre entusiasmo, perspicácia e brilho nos olhos. Devido ao seu desempenho, ele ingressou na 8ª série no Colégio Bom Jesus Nossa Senhora de Lourdes com 100 % de bolsa de estudos, graças a parceria do Programa com as melhores escolas da rede particular de ensino.

BOLSA EM 100%

Em 2015, foi aprovado em seu primeiro ano de vestibular em Medicina na Faculdade Pequeno Príncipe com 100% de bolsa de estudos pelo PROUNI.

Este ano, no quarto ano de Medicina, Emerson participou da elaboração de um trabalho sobre o perfil epidemiológico dos pacientes com amiotrofia espinhal do hospital Pequeno Príncipe, juntamente a médica neuropediatra Fernanda Bonilla Colomé e a especialista em doenças neuromusculares Adriana Banzzatto Ortega.

APRESENTADO EM PARIS

Emerson e outra colega ajudaram na coleta de dados e na escrita do trabalho que foi submetido a Conferência Internacional de Neurologia – 3rd Edition of International Conference on Neurology and Brain Disorders – e que ficou como 1º colocado em sua categoria. A médica Fernanda Bonilla Colomé foi para Paris para apresentá-lo.

*OBS.: Título do trabalho “Epidemiological profile of patients with spinal muscular atrophy at a children hospital in south of Brazil”.