No clássico e majestoso Palacete dos Leão, onde o BRDE desenvolve suas programações culturais e conferências, na Avenida João Gualberto, já começa a ser preparado um cenário muito especial

Luiz Carlos Borges da Silveira; Wilson Bley Lipski

Ali, no dia 19 deste mês, quarta-feira, o diretor Técnico do BRDE-PR, Wilson Bley Lipiski, e o Diretor Administrativo, o ex-ministro Luiz Carlos Borges da Silveira, recepcionarão os dirigentes das mais notáveis organizações empresariais do Paraná, que formam o assim denominado Grupo do G-7, e autoridades governamentais estaduais.

Não se sei se o governador estará presente neste primeiro encontro para discutir a montagem de uma política estadual de Parcerias Público-Privada.

A agenda de Ratinho Junior tem sido ampla, dentro e fora do Paraná, daí a incerteza, por ora, quanto a sua presença no BRDE.

PAUTA BEM CLARA

Do G-7 fazem parte: Federação e Organização das Cooperativas do Estado do Paraná (Fecoopar) Fecomércio-PR, Federação da Agricultura do Estado do Paraná (Faep), Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Paraná (Faciap), Federação das Empresas de Transporte de Cargas do Estado do Paraná (Fetranspar) e Associação Comercial do Paraná (ACP).

A pauta é clara, alvissareira, e uma boa mostra de que iniciativa privada e o Governo Ratinho Junior “querem e vão andar juntos”, como diz à coluna Borges da Silveira. As discussões serão centradas na montagem de proposta definitiva para parcerias Público-Privada.

Na reunião haverá a definição do chamado “modus faciendi”, o modo de fazer.

Darci Piana deverá comparecer ao evento na dupla qualidade: dirigente do Sistema Fecomércio e vice-governador do Estado.

COMPOSIÇÃO

Além da Federação e Organização das Cooperativas do Estado do Paraná (Fecoopar) e da Fecomércio-PR, o G7 é composto pela Federação da Agricultura do Estado do Paraná (Faep), Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Paraná (Faciap), Federação das Empresas de Transporte de Cargas do Estado do Paraná (Fetranspar) e Associação Comercial do Paraná (ACP).

Leia a coluna completa aqui