Carlos Marassi, Luiz Bonacin e Francisco Simeão

Nesta sexta-feira, 3, haverá a colação de grau do universitário Cristian Teixeira dos Santos, em Engenharia Mecânica, pela UTFPR.

Acontecimento corriqueiro, não fosse um fato extraordinário. Ele teve toda sua formação paga pelo programa Bom Aluno, que banca os estudos de crianças talentosas, de famílias simples a partir da oitava série, oferecendo ajuda de custos, aulas de reforço, aulas particulares de dois idiomas, e escolas particulares de qualidade. O apoio prossegue até ao ensino superior e na pós-graduação.

É uma prática do Bom Aluno – que nem todos cumprem – de que os alunos formados no terceiro grau dentro do programa e recebendo bons salários, devem retribuir o que receberam patrocinando outra criança, formando um círculo virtuoso para que o Bom Aluno possa ser futuramente autofinanciado e incorporar mais crianças.

AGORA É PADRINHO

Cristian, que se forma hoje em engenharia mecânica é afilhado da aluna Evelyn, Engenheira Eletricista, também formada pelo programa Bom Aluno.

No ano passado, quando cursava o quarto ano da faculdade, Cristian foi contratado pela BOSCH, e mesmo antes de se formar já é padrinho de um novo Bom Aluno, desde que foi efetivado na BOSCH.

MÉDICO E FUTURO ADVOGADO

Cleverson Leitão, formado em Medicina com apoio do Bom Aluno desde os 14 anos, inicia, a partir deste mês, sua contribuição ao Bom Aluno, apadrinhando um aluno com valor integral, R$ 700,00 mensais.

Cleverson formou-se pela UFPR no início de 2015 e iniciou residência médica no HC em Radiologia, que concluiu em fevereiro.

Em 2018, foi aprovado no vestibular da UFPR no curso de Direito, e premiado em concurso médico por achados de imagem em tumor raro, cujo prêmio foi um curso de 4 semanas nos Estados Unidos, concluído recentemente, no final de fevereiro.

BOM USO DO TEMPO

Agora em março, começou um curso de especialização no DAPI (Diagnóstico Avançado por Imagem) em Ressonância Magnética e Mestrado em Medicina Interna no HC, além de cursar o segundo ano de Direito da federal.

OS CRIADORES

Criado pelos empresários Francisco Simeão e Luiz Bonacin, o Bom Aluno agora é patrocinado por várias empresas paranaenses. Quem me passa com frequência essas histórias exemplares sobre o programa criado por Simeão e Bonacin é o jornalista Carlos Marassi.

“UMA GENTE ESPECIAL”

O profissional da comunicação – que boa parte do Paraná conhece e reconhece -, é um dos mais entusiasmados defensores dessa ação social sem paralelo no Brasil.

– Isso é um feito que só se pode esperar vindo de gente com espírito comunitário muito diferenciado, como se vê nos dois empresários, afirma Marassi.

Leia mais aqui