A gente pensa que o Presidente da República é o homem mais poderoso do país, que é ele quem manda, é ele quem decide as coisas, que contrata e demite.

Brasília – Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, durante início da Ordem do Dia (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

De certa forma não estamos errados.

Mas quando a gente se dá ao trabalho de analisar e olhar mais de perto os meandros do poder, as salas escuras e os corredores sombrios de Brasília, a gente consegue enxergar outras coisas, e descobrimos que o presidente do Brasil tem poderes limitados.

Hoje o todo poderoso se chama Rodrigo Maia, o presidente da Câmara dos Deputados.

Mas porque Rodrigo Maia tem tanto poder assim?

Porque é ele quem decide o que se vota ou não na Câmara dos Deputados, ele que nomeia comissões, é ele quem distribui cargos na Casa, é ele quem manipula as milionárias verbas do Congresso Nacional.

Ele comanda os mais de 500 deputados com maestria.

O presidente Rodrigo Maia fez 49 anos agora em 12 de junho. Faz 20 anos que está em Brasília como Deputado Federal e no mesmo partido. Hoje Democratas mas no passado o velho e bom PFL.

Ele é filho do ex-prefeito do Rio de Janeiro, o polêmico Cesar Maia.

Vem de uma elite política.
Não sabe o que é pobreza
É casado com a filha do ex-ministro Moreira Franco, aquele que foi preso recentemente acusado de corrupção.

Talvez venha dai um estilo que muito deputados consideram arrogante.
A soberba é um dos seus pecados capitais.
Tem enquadrado o governo em vários confrontos, obrigando o Presidente da República e seus lideres a se curvarem diante dele.

É candidato a sucessão de Bolsonaro. Tem boas chances de emplacar caso não termine como os seus antigos colegas que sentaram na mesma cadeira que ele.

Aécio Neves, Michel Temer e Eduardo Cunha também foram poderosos presidentes da Câmara dos Deputados.

Aécio e Temer são investigados por corrupção e com grandes chances de serem julgados e condenados.

Eduardo Cunha ja foi hospede da Penitenciária de Pinhais e hoje cumpre pena no Complexo de Bangu pelo crime de corrupção.

Vamos ver se a frase que diz que o poder corrompe se aplicará a Rodrigo Maia ou se ele vai resistir as encantos da corrupção.

Façam as suas apostas…..

*Alexandre Teixeira

Jornalista formado pela Universidade Federal do Paraná e pós graduado em gestão pela Fundação Getúlio Vargas.

Tem passagens por diversos veículos de comunicação, como TV Bandeirantes, TV OM (hoje CNT) e Gazeta do Povo, onde permaneceu por 11 anos.

Foi Diretor do Ministério do Esporte e Turismo, membro do Comitê de Patrocínio da Secretária de Comunicação Social da Presidência da República e do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência, no segundo mandato de então presidente Fernando Henrique Cardoso.